R7 >> Brincadeiras para Gincana Escolar, Jovens e Adultos

67

Veja as ideias mais legais de brincadeiras para gincana infantil e de adultos!

Eu já participei de tantas gincanas na minha vida que não saberia contá-las agora. Sempre terei recordações agradáveis daqueles momentos entre amigos em várias fases da vida. Os gritos de guerra das equipes – elo, elo , elo , eu sou do amarelo! – e a alegria de cumprir uma tarefa na frente dos adversários. Gincanas nada mais são do que tarefas ou provas divertidas que dois ou mais grupos tentam fazer e cumprir. Todos, independente da idade,  gostam de brincar e é através da brincadeira que podemos aprender mais sobre nós mesmos. Por isso a ideia de realizar uma gincana bem animada, que envolva e inclua não só a família mas também amigos e familiares,  faz muito sucesso entre a garotada não só pelo simples prazer de brincar como também pela busca pelo prêmio,  estipulado para recompensar o esforço.

As gincanas são ótimas oportunidades para se divertir  e criar um momento de interação entre os participantes. Geralmente as brincadeiras de gincanas são feitas para crianças, mas atualmente muitas empresas e festas estão propondo as atividades para os adultos, em busca de descontrair. Nelas os participantes podem testar seus conhecimentos , aprendem sobre si e trabalho em equipe. O mais importante é a socialização do grupo ( seja de adultos ou crianças) e o respeito mútuo.


Brincadeiras para gincana de adultos

Algumas brincadeiras já são bastante conhecidas pelos participantes, principalmente as que já brincamos quando éramos crianças. Outras são ótimas para adultos e se tornam um pouco mais complicada para algumas crianças mais novas.

Dança das cadeiras

Essa é uma velha conhecida nossa e vem fazendo sucesso pelo seu dinamismo ao longo do tempo. Para começar é só formar uma roda de cadeiras e outra de pessoas. O número de cadeiras sempre deve ser um a menos do que a quantidade de participantes. Coloque uma música animada para as pessoas andarem em volta da roda de cadeiras. Pare a música, quando isso ocorrer todos devem correr para sentar em alguma cadeira. A pessoa que sobrar sai. A brincadeira deve prosseguir com uma cadeira a menos e assim por diante até sobrar 1 cadeira para 2 jogadores. Dessa última situação sai o vencedor.


Pichorra

Uma bexiga é pendurada no alto e os representantes das equipes, depois de vendados e rodados, devem estourá-la com um pau, sendo guiadas pelas respectivas equipes.


Boliche Cego

Jogam um participante de cada equipe. É um boliche comum, mas os participantes jogam de olhos vendados. O objetivo do jogo é derrubar o último pino, não importando quantos lançamentos foram, uma vez que quando um erra, é a vez do outro. Quem conseguir, vence.


Pingue – pulmão

Essa brincadeira pode ser feita com times ou individualmente. Retire a rede da mesa de pingue- pongue e coloque uma bolinha no meio. Um representante de cada  equipe escolhe um lado da mesa. Com as mãos viradas para trás, os jogadores devem soprar a bolinha e fazer ela chegar até lado do time adversário. Ganha o jogador, ou a equipe que conseguir fazer a bola cair do lado adversário mais vezes.


Derreta o gelo

Formar equipes. Antes do jogo alguém deve encher as forminhas de gelo e colocar um pedaço de objeto de plástico  dentro de cada quadradinho. Cada equipe durante a competição receberá um cubo de gelo dentro de um copo plástico. Não toque o gelo com as mãos ou outro objeto e não retire o gelo do copo. O jogador deve esquentar o copo com as mãos ou outra parte do corpo, a que conseguir derretê-lo primeiro e entregar a pecinha ganha.


Montaria

Essa é uma brincadeira para ser feita em duplas. A corrida é de ida e volta para cada dupla. Um jogador deve andar agachado com as mãos no chão, enquanto o outro monta em suas costas. Na ida a dupla vai de frente e na volta  de costas, sem poder virar.


Nó maluco

Forme uma roda. Todos jogadores estendem o braço para frente. Ao sinal do monitor a roda é fechada e cada pessoa deve segurar outras duas mãos de qualquer um. O objetivo é desfazer o nó sem soltar de forma alguma as mãos. Vale passar por baixo dos braços. A equipe que soltar é desclassificada. A que conseguir vence.


Brincadeiras para gincana de jovens

Calçados misturados

Cada grupo participante da gincana ou competição deve escolher o número de componentes que representarão seu grupo, dependendo do tamanho dos grupos podem ser no mínimo 10 componentes de cada. Cada grupo deve se posicionar em uma extremidade ou marco e os calçados dos componentes do grupo devem estar misturados na outra extremidade do local onde o grupo estiver posicionado. Dado o sinal, os componentes de cada grupo (um por vez), devem correr até o local onde estão misturados os calçados de seu grupo, pegar o seu calçado, calçar-se, voltar para seu grupo, tocar na mão do componente seguinte e dirigir-se para o final da fila. O grupo que conseguir calçar todos os componentes primeiro e formar a fila é o vencedor.

Corrida da Vassoura

Corre um representante de cada equipe nessa corrida só de ida. O objetivo é equilibrar uma vassoura na palma da mão enquanto correm. Se a vassoura cair antes da linha de chegada, o corredor volta ao início e começa tudo outra vez. Ganha quem cumprir a tarefa corretamente primeiro.

Corrida de braço

Correm dois representantes de cada equipe. Serão feitos no chão dois riscos, cada um a exatos 2 metros de cada participante. Os participantes se apoiam um no ombro do outro, com os braços. O objetivo é empurrar o adversário e fazer com que ele ultrapasse o seu risco. Quem conseguir isso primeiro, vence a prova.

Empurra pra cima

É uma corrida de braço, a diferença é que corre uma dupla de cada equipe, sendo que um da dupla irá subir em cima do pescoço do parceiro e, apenas os montados, irão empurrar. Quem fizer a dupla adversária ultrapassar a risca, vence.

Corrida dos sentados

Corrida de ida e volta onde os participantes correm sentados e não podem usar as mãos pra nada. Na ida, vai de frente, na volta, vem de costas, ou seja, não pode virar. Ganha quem voltar primeiro.

Aperto

Jogam duas equipes. Cada equipe deverá ficar em um retângulo riscado no chão. O Objetivo é fazer com que todos permaneçam nesse espaço por 30 segundos. Após esse tempo, a equipe que conseguiu deverá reduzir o espaço da outra, que terá menos espaço para colocar seus componentes. E assim o jogo prossegue até o retângulo ficar tão pequeno a ponto de ser impossível manter as pessoas lá, dando a vitória para a outra equipe.

Guerra de Papel

Jogam duas equipes em dois campos distintos, separados por um espaço. Cada equipe terá à sua disposição dezenas de bolinhas de papel. Elas começarão a jogar essas bolas de papel no campo adversário, que deverá fazer o mesmo. O Objetivo é tirar as bolinhas de papel do seu campo e jogar no adversário. No fim do tempo, o mestre faz a contagem. A equipe que tiver menos papel em seu campo é a vencedora.

Túnel

Jogam duas equipes com número de participantes iguais. Cada equipe formará um túnel, onde os participantes ficam um atrás do outro com as pernas abertas. É uma espécie de corrida. No “Já” do mestre, o último de cada fila deve passar por debaixo do túnel e ir para a frente. Depois, o último faz a mesma coisa. Desse jeito, o túnel de pessoas irá se distanciando para frente cada vez mais. Ganha o túnel que cruzar a linha de chegada primeiro.

Macaco Cego

Duas equipes participam. Cada equipe escolhe o seu representante. O mestre faz um grande retângulo e, nele, desenha várias linhas. Os dois jogadores têm seus olhos vendados e o objetivo é sair do percurso e chegar até o final, sem pisar nas linhas. Como eles estarão vendados, a equipe pode ajudar. Quem pisar na linha volta pro começo, podendo tirar a venda nesse tempinho. Ganha quem sair do percurso sem pisar na linha.

2º Andar

Pega-pega de duplas. Cada dupla é formada por um montado e um montador. O montador deverá montar no pescoço do montado e pegar os outros que também estão montados. Só os montados podem pegar. Quem for pego, pega.

Corrida ao contrário

Os corredores dão 25 voltas em um cabo de vassoura e correm de costas até a linha de chegada. Quem chegar primeiro, vence.

Vassobol

Dois rivais disputam para colocar a bola no gol adversário através de uma vassoura. Ganha quem fizer mais gols.

Cegobol

Futebol comum, só que todos os jogadores jogarão de olhos vendados. Ganha a equipe que fizer mais gols.

Pé com Pé

Corrida de duplas de ida e volta onde um participante sobe no pé do parceiro. Na ida, o que está pisado deverá correr. Na volta, ele pulará (de costas). Ganha quem chegar primeiro.

Toca

Desenham-se várias tocas (círculos) em um espaço amplo. O número de tocas deve ser sempre um a menos do que o número de jogadores. Bem distante do terreno onde as tocas estão, os participantes, todos de mãos dadas, em roda, estarão rodando ao som de uma música animada. Quando a música parar, todos devem soltar as mãos, correr e sentar em uma toca. Quem não conseguir, é eliminado e apaga-se uma toca. Ganha quem sentar na última toca.

Toca Cooperativa

As mesmas regras do “Toca” comum. O segredo do jogo é não eliminar nenhum participante, só tocas, ou seja, a cada rodada, você desfaz uma toca e ainda assim todos deverão entrar em uma toca, como puderem: no colo, deitado sobre os colegas etc… Neste jogo não há vencedores.

Revezamento de Rodados

Igual ao revezamento do atletismo, mas antes de correr é preciso dar 25 voltas em um cabo de vassoura. São 4 participantes por equipe e ganha a equipe cujo o último participante chegou primeiro. Se cair, levanta e continua.

Artilharia

Dois times em dois campos separados por uma linha. No final de cada campo, é colocada uma garrafa pet. Uma pessoa de cada equipe tenta jogar a bola e derrubar a garrafa do adversário. A equipe que derrubar a garrafa deverá erguê-la novamente, mas se protegendo da outra, que agora tem autonomia para balear. Quem for baleado não pode erguer a garrafa. Se a equipe conseguir reerguer a garrafa antes de todos serem baleados, ela ganha. Mas se todos forem baleados e a garrafa continuar no chão, a outra equipe ganha.

Guerra de Mandioca

Jogam duas pessoas, cada uma com a sua mandioca segura pela metade. Cada um tem a sua vez de bater com toda a força na mandioca que o outro segura. Ganha quem quebrar a mandioca do adversário primeiro.

Arremesso de Bambolê

Tipo arremesso de argolas, mas com bambolê. Uma pessoa será a vítima e ficará a 5 metros dos jogadores. Faz 1 ponto quem conseguir encaixar o bambolê na pessoa primeiro. Ganha quem tiver mais pontos.

Encaixe Humano

Dinâmica com 4 pessoas sentadas em bancos. Primeiro, cada participante senta nas costas do outro. Depois que todos já estiverem “deitados”, retiram-se os bancos. Como sair da situação?

Golfe

Jogam dois representantes de cada equipe. Cada participante terá um taco (qualquer pedaço de madeira comprido) e terá direito a uma tacada por vez. O participante que conseguir colocar a bola no buraco primeiro vence a partida.

Corrida de obstáculos

Jogam dois corredores, que deverão percorrer uma distância e chegar ao fim, enfrentando obstáculos (os obstáculos serão pessoas curvadas). Quem cruzar a linha de chegada primeiro vence.

Corrida da vassoura

A corrida da vassoura é uma prova muito divertida e além de exigir rapidez, envolve também concentração. Para fazer a prova, serão necessárias vassouras. Faça no chão uma linha de largada e um ponto final para a chegada. Cada concorrente deve sair equilibrando uma vassoura na palma da mão (sempre deve estar aberta), e ir em direção a chegada. Quem chegar primeiro vence a prova. A vassoura não pode cair e caso caia, o participante deve voltar a linha de largada e iniciar a prova novamente. Em caso de mais de um participante por equipe, é possível fazer com que a prova seja de revezamento.


Brincadeiras de gincana para crianças

Desviando dos lasers

Esta atividade eu já postei antes e fiz algumas vezes em casa. Sempre funciona e é muito divertida. As crianças amam fingir que são agentes secretos, ou exploradores ou heróis enfrentando armadilhas. Na foto a cama de gato (este é o nome “científico” da brincadeira) foi feita com barbante. Mas também é possível fazer de papel crepom num corredor. Dependendo da complexidade, já a partir de 2 anos é possível brincar.

Passa ou Repassa

Todos brincam. Porém, em cada rodada, um jogador de cada equipe participará. Seria interessante que as perguntas fossem ligadas a um único tema em cada vez que esse jogo for praticado. Será feita uma pergunta (sem alternativas) para um dos participantes. Se ele responder corretamente, dá uma tortada na cara do rival, ou vice-versa, se ele errar. Se ele não souber, ele passa. Se o adversário não souber, ele repassa. Se, mesmo assim, o primeiro não souber, ou errar, o seu rival dará uma tortada na cara dele. Porém, se ele acertar, é ele quem dá a tortada. Vence a equipe que acertar mais perguntas e, claro, receber menos tortadas. OBS.: Fazer dezenas de tortas pode sair mais barato do que parece. Basta sentar e pensar em ingredientes baratos que podem render vários pratos de torta. Ex.: Lama.

Minhoca

É uma corrida de ida e volta, mas os participantes, ao invés de correrem, rolam pelo chão. Ganha quem chegar primeiro.

Estoura Bexiga

Todos participam. Cada jogador terá uma bexiga amarrada em seu tornozelo. O objetivo é estourar a bexiga dos adversários e proteger a sua. Ganha o último que ficar com a bexiga intacta.

Ônibus

É a versão em grupo da “Corrida das Cadeiras”. Haverão duas equipes. Os integrantes de cada equipe ficam sentados em cadeiras, um atrás do outro, formando um ônibus (os ônibus devem estar bem separados um do outro). No JÁ, os participantes movimentam as cadeiras pra frente e começam a botar o ônibus pra andar. O objetivo do ônibus será cruzar a linha de chegada integralmente. A equipe que o fizer primeiro, vence.

Salto em distância

Jogam dois representantes de cada equipe. Um participante salta e depois o seu adversário. Após isso, a distância aumenta. Se o participante for o primeiro a pular em uma distância e errar, deverá torcer para que o outro também erre, pois assim terá outra chance. Ganha quem conseguir saltar uma distância que o outro não conseguiu.


Brincadeiras para gincana escolar passo a passo





Ideias de brincadeiras para gincana evangélica

Cantando a Palavra

Esta brincadeira também faz muito sucesso nas gincanas evangélicas em todos os departamentos e para todos os grupos. Esta brincadeira é muito fácil e divertida. Você só vai precisar de uma caneta e um pedaço de papel para cada grupo.

O líder vai falar uma palavra e cada grupo vai listar músicas que tenham esta palavra. O líder vai estipular um tempo, que pode ser um, dois ou três minutos. Não é preciso mais que isso. Ao fim do tempo, um representante de cada grupo vai à frente com o papel. Quem conseguiu listar a maior quantidade de músicas que tenham a palavra chave ganha o ponto. Para não gerar confusão, o líder deve estipular que o grupo deve saber, pelo menos, um verso completo da música listada. No papel, também deve ter o nome da música, ou o verso a ser cantado (com pelo menos, cinco palavras, por exemplo). Estipular um mínimo de palavras a ser cantada e escrita evita que a pessoa comece a improvisar músicas para ganhar mais pontos, ou que imite o grupo anterior.


Pergunta e resposta

Uma das brincadeiras mais fáceis de se fazer é o famoso jogo de perguntas e respostas. Neste caso, o líder pode abordar um assunto que o grupo esteja estudando, ou fazer perguntas mais gerais, abrangentes. Se o grupo for grande, talvez seja até bom fazer uma mistura de perguntas específicas e gerais. Essa brincadeira de pergunta pode ter diversas variáveis. As perguntas podem ter opções ou não; as perguntas podem ser feitas para equipes, ou individualmente; podem ter diferentes tipos de dificuldades. Para cumprir o objetivo deste texto, vamos dar um exemplo bem claro, com passo a passo, de como poderia funcionar uma brincadeira de perguntas e resposta.

1.      Separe as equipes. Pode ser meninos contra meninas. Ou então, o líder dos jovens escolhe dois capitães para que eles montem seus times.

2.      Peça para que os times escolham um porta-voz, que vai sempre apresentar a resposta oficial do time. A escolha de um porta-voz é importante para não gerar confusão do tipo “mas eu respondi certo, a resposta dele não estava valendo”.

3.      O líder pede para os capitães tirarem par ou ímpar para ver quem começa a responder.

4.      O líder faz a primeira pergunta para o grupo 1. Se o grupo 1 não souber responder, o grupo 2 tem a chance de responder A MESMA PERGUNTA. Se o grupo 2 também não responder. Nenhum dos grupos faz pontos, o líder fala a resposta e faz a próxima pergunta.

5.      CUIDADO!!! Não se confunda ao direcionar as perguntas. Vamos supor que o grupo 1 não respondeu a primeira pergunta. O líder direcionou a pergunta para o grupo 2 e este grupo acertou. A próxima pergunta deve ser feita para o GRUPO 2, pois a pergunta anterior foi a pergunta do GRUPO 1. Uma forma de não se confundir é enumerar todas as perguntas. Assim, você sabe que as perguntas ímpares sempre serão feitas primeiramente ao grupo 1 as pares ao grupo 2.


Espadas afiadas

Nesta brincadeira, o líder fala uma palavra e os participantes devem procurar por esta palavra na Bíblia. O líder pode definir se todos os participantes do grupo podem participar, e quem achar primeiro levanta a mão; ou pode selecionar apenas um representante de cada equipe para competirem entre si, um contra um, quem achar primeiro marca um ponto para sua equipe. Acreditamos que, para manter a brincadeira mais organizada, o ideal é chamar um competidor de cada grupo para duelarem entre si. O líder pode determinar um tempo. Se ninguém achar dentro deste tempo, nenhuma das equipes pontua.

Para esta brincadeira, o líder deve listar previamente as palavras que as equipes vão procurar. Se preferir, o líder pode escolher um livro determinado, facilitando a procura. O líder pode, por exemplo, escolher o livro de Apocalipse e escolher apenas palavras deste livro para que a brincadeira não fique muito difícil.

Esta brincadeira pode ter inúmeras variações nas gincanas evangélicas. O líder precisa tomar o cuidado, no entanto com as palavras a serem escolhidas, ou com a versão da Bíblia. Se a brincadeira for com um grupo de jovens e adolescentes, escolha palavras em uma bíblia na versão Viva ou na Linguagem de Hoje. Outra dica é ver se os grupos possuem uma bíblia na versão que você também usou para selecionar as palavras. Isso evita que você escolha palavras que não estão em outra versão.

 

Fonte Oficial: http://www.muitochique.com/variedades/brincadeiras-para-gincana.html.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.