Saint Laurent e a coleção “rock’n’roll ” inverno 2019 em Paris – Web Luxo

10

Da sensualidade que reafirma as curvas femininas da Jacquemus às mensagens com referências a maio de 68 de Maria Grazia Chiuri à frente da Dior, terminando o dia com a sexualidade tingida de negro de Vaccarello para a Saint Laurent. Ciganas dark invadiram a passarela da Saint Laurent num desfile que passeou por inúmeras silhuetas do saudoso mestre, salpicadas de “vacarellismos”.

O espetáculo, que voltou a acontecer sob uma Torre Eiffel iluminada, começou com pontualidade, tal como a Kering havia anunciado nos seus convites e nas suas mensagens pré-evento. Às 20h em ponto, a dama de ferro brilhava e a discoteca improvisada – desta vez para um desfile fechado, dada a onda de frio que assola a capital francesa – aumentava o volume da música, convidando as modelos a entrarem na pista de dança.

Depois de uma primeira dúzia de looks de couro e gaze, abriram caminho as ombreiras e decotes esculturais que caracterizam a marca. Minivestidos metalizados, jogos de volumes e proporções, detalhes de pele e chapéus que ocultavam os rostos do elenco, sem esquecer uma festiva reinterpretação do príncipe de Gales.

Uma feminilidade solene, mas ao mesmo tempo despreocupada, que floresceu num finale de desenhos bordados de flores metalizadas. “O meu trabalho é sempre uma reação à minha coleção anterior.

Na última vez houve dois estampados com os quais eu quis continuar”, comentava o designer no backstage. “É esta a explicação para os bordados dos últimos designs. Sempre gostei dos minivestidos florais de Monsieur Saint Laurent, já que conseguia designs simples e ao mesmo tempo extremos e esculturais. Era isso que eu queria alcançar.”

Objetivo cumprido para Vaccarello, que agrada tanto na passarela como fora dela. “Com um crescimento de 25%, no ano passado faturamos 1.5 bilhões. Como posso não estar feliz?”, concluiu após o desfile a CEO da marca, Francesca Bellettini.


Veja os melhores looks deste desfile realizado em Paris


 

Fonte Oficial: Web Luxo.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários