Por que artistas não irão protestar vestindo preto no Oscar 2018? – Claudia

14

Cerimônia acontece neste domingo (4) e não conta com simbólico protesto fashion no tapete vermelho. Entenda

3 mar 2018, 12h44 – Publicado em 3 mar 2018, 12h37

O Oscar 2018 acontece neste domingo (4) e diferente das demais premiações da temporada, como o Globo de Ouro, o BAFTA, ou o Grammy, o evento não contará, em seu red carpet, com as simbólicas roupas pretas que haviam se tornado uma forma de manifesto do movimento Time’s Up.

A decisão partiu da própria organização do movimento de repúdio aos casos de assédio e violência sexual contra mulheres. “[A iniciativa] foi lançada no tapete vermelho, mas a intenção nunca foi a de viver lá”, anunciaram líderes do projeto, Shonda Rhimes, Laura Dern, Ava DuVernay, e Katie McGrath em entrevista coletiva à imprensa.

O anúncio dialoga com uma informação dada pelo jornal The New York Times de que os organizadores e convidados do Oscar não têm intenção de transformar a cerimônia em ato político. “Nosso show será focado nos filmes, não no momento cultural em que eles se encontram”, afirmaram os produtores da cerimônia à publicação.

Assim, a alternativa encontrada por quem pretende se manifestar durante a 90ª cerimônia do Oscar contra os abusos sexuais, no lugar dos vestidos e ternos pretos, será o uso do conhecido broche com o nome do movimento – acessórios bem-vindos pelas líderes da iniciativa para a noite do domingo.

Leia mais: Onde assistir ao Oscar 2018

+ Atores que estão em mais de um filme do Oscar 2018

 

Fonte Oficial: CLAUDIA.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários