Capitania dos Portos de Sergipe realiza operação “Limpeza do Mar” – Revista Náutica

9

A Capitania dos Portos de Sergipe (CPSE) realizou, no dia 24 de fevereiro, a primeira etapa da operação “Limpeza do Mar”, na orla Por do Sol do rio Vaza-Barris, no povoado Mosqueiro (SE). A operação teve o objetivo de conscientizar a população para a importância da preservação do meio ambiente marinho e da Amazônia Azul, fomentando a mentalidade marítima, além de despertar a necessidade de preservação do patrimônio hídrico do estado de Sergipe.

A campanha contou com a participação do Grupo Escoteiros do Mar Baden-Powell, Sociedade Amigos da Marinha (SOAMAR-SE), praticantes de Stand-up Paddle, canoístas, proprietários de embarcações, ribeirinhos e representantes da cadeia do setor náutico. Cerca de cem pessoas, divididas em equipes, realizaram a coleta de resíduos sólidos e material submerso, que totalizaram aproximadamente uma tonelada de lixo. Dentre os materiais encontrados, estavam móveis velhos, garrafas pet, vidros, plástico, papel, galões de água, ferro, madeira, latas e até dois freezers. Na oportunidade, foram distribuídos ainda 50 coletes para a associação de pescadores, uma medida de conscientização que visa contribuir para a salvaguarda da vida humana no mar.

A CPSE espera conscientizar a população do estado do seu papel em tornar o ambiente mais agradável e sustentável. Ângela Maria de Souza, Diretora Administrativo-Financeira do Grupo Escoteiro do Mar, ressaltou: “Foi extremamente gratificante participar desta atividade e contribuir para a melhoria do meio ambiente. Agradecemos e parabenizamos a Capitania dos Portos de Sergipe pela atividade.”

A operação “Limpeza do Mar” tem o apoio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos e da Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju. Ao final da limpeza, e em reconhecimento à importância da atividade para a localidade, os barqueiros realizaram um passeio com os integrantes dos escoteiros do mar.

Fonte Oficial: Revista Náutica.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários