Presidente da CBVela é eleito para o conselho de administração do Comitê Olímpico do Brasil – Revista Náutica

11
Assembleia Geral do COB para definir o vice-presidente da entidade, assim como membros dos recém-criados Conselhos de Administração e de Ética.

O presidente da Confederação Brasileira de Vela Marco Aurélio de Sá Ribeiro foi eleito para ocupar uma das vagas do novo Conselho de Administração do Comitê Olímpico do Brasil. A votação que elegeu os conselheiros foi realizada nesta sexta-feira, dia 23, em Assembleia Geral Extraordinária na sede do COB, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

“O Comitê Olímpico do Brasil deu hoje mais um importante passo rumo à cidadania e à boa governança. O Conselho de Administração, o Conselho de Ética e o novo vice-presidente do COB foram eleitos depois de um processo transparente e democrático, com participação livre de atletas e confederações. Gostaria de parabenizar todos os eleitos e agradecer a todos os que apoiaram a candidatura da CBVela. Nós todos somos um só”, afirmou Marco Aurélio.

O colégio eleitoral foi formado por 12 esportistas da Comissão de Atletas do COB, 35 representantes das Confederações Brasileiras Olímpicas e o membro brasileiro do COI, Bernard Rajzman.

Para o Conselho de Administração, foram escolhidos dez membros efetivos, sendo oito presidentes de Confederações Brasileiras Olímpicas e dois membros independentes. O presidente Marco Aurélio de Sá Ribeiro teve 30 votos, ficando em quarto lugar entre os 13 candidatos elegíveis.

A criação dos conselhos de Administração e de Ética descentraliza as decisões do Comitê. O Conselho de Administração atuará auxiliando na análise e tomada de decisões de temas diretamente ligados à gestão do COB.

“Agora cabe a nós, que fomos escolhidos, levar o esporte brasileiro a um novo patamar”, acrescentou o presidente Marco Aurélio de Sá Ribeiro.

Na mesma Assembleia, foi eleito o novo vice-presidente do COB, Marco La Porta, presidente da Confederação Brasileira de Triatlo, com 44 votos.

Confira os candidatos eleitos:

Vice-presidente

Marco La Porta – 44 votos

Conselho de Administração (Membros Independentes)

Sergio Rodrigues – 36 votos

Carlos Osso – 23 votos

Conselho de Administração (Membros das Confederações)

Judô – Silvio Acácio Borges – 39 votos

Golfe – Euclides Antônio Gusi – 33 votos

Desportos no Gelo – Matheus Bacelo de Figueiredo – 32 votos

Vela – Marco Aurélio de Sá Ribeiro – 30 votos

Boxe – Mauro José da Silva – 29 votos

Canoagem – João Tomasini Schwertner – 28 votos

Esgrima – Ricardo Pacheco Machado – 24 votos

Karatê – Luiz Carlos Cardoso do Nascimento – 21 votos (24 a 22 no desempate com o Levantamento de Pesos)

Conselho de Ética

Alberto Murray – 35 votos (membro independente)

Caputo Bastos – 26 votos (membro independente)

Ney Bello – 26 votos (membro independente)

Sami Arap – 24 votos (membro não independente)

Bernardino Santi – 23 votos (membro não independente)

 

Fonte Oficial: Revista Náutica.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários