Os tênis mais legais da semana: conforto é tudo – GQ

10

A linha tênue que vinha separando tênis de performance de tênis casuais parece se desfazer mais a cada dia. Running shoes de todos os tipos já foram incorporados ao visual cotidiano e o conforto é a nova regra entre os sneakers.

Pisando em nuvens (de ar)

Os tênis mais legais da semana (Foto: Divulgação)

Se tradicionalmente a família Air Max sempre foi ligada à performance, agora a Nike parece querer conquistar também o casual com suas bolhas de ar. O Air Max 270 chega prometendo conforto e praticidade para o dia a dia – e em versões bem estilosas.

Em nike.com.br por R$ 599,90.

Dragon Ball Parte 2

Os tênis mais legais da semana (Foto: Divulgação)

dissemos semana passada que uma das maiores apostas da adidas era o Deerupt – inspirado na arquitetura das grandes cidades e nos tênis de corrida dos anos 80. Agora ele chegou oficialmente ao Brasil.

Nas lojas por R$ 499,99.

Temos que pegar

Os tênis mais legais da semana (Foto: Divulgação)

A Fila está quente e realmente de olho nos anos 90. A mais recente parceria da marca italiana é com os monstrinhos de bolso japoneses mais conhecidos como Pokémon. Velcro, pokebola na língua e até um pikachu atrás.

Em algumas lojas na Coreia do Sul por sabe-se lá quanto.

Tênis de papai

Os tênis mais legais da semana (Foto: Divulgação)

A Saint Laurent também quer brincar de tênis de tiozão usar no domingo e resolveu lançar o seu próprio par. Ele se chama JUMP e, assim como os colegas da Balenciaga e da Gucci, fica no meio termo entre ser extremamente feio e extremamente cool.

No site da Saint Laurent por US$ 750.

Wakanda Forever

Os tênis mais legais da semana (Foto: Divulgação)

Na linha dos tênis desenhados por jogadores da NBA, o DAME 4 de Damian Lillard é um dos que acertam em cheio. Agora o sneaker feito pela adidas com a BAPE ganhou uma versão Pantera Negra por @mammothnamedjim. Não é bem um lançamento, provavelmente nem será vendido, mas é sem dúvida o tênis mais cool da semana.

Fonte Oficial: GQ.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários