Saiba quais são as complicações da moda do cabelo rosa – R7 Meu Estilo – R7

8


Pérola Faria teve de fazer uma mudança radical para a novela Apocalipse, da Record TV. A atriz, que vive a hacker Brenda, cortou e pintou os cabelos de rosa. E manter a coloração e os fios saudáveis não é tarefa das mais fáceis.


A estrela se preocupa bastante com a hidratação para evitar que os fios fiquem quebradiços. A maior dificuldade, segundo ela, é o fato de a cor sair rápido demais, exigindo retoques mais frequentes.  


— Toda semana, quando não gravo, procuro manter os fios bem-hidratados. E procuramos uma coloração que não maltrate meus cabelos também.


Apesar dos cuidados obrigatórios, a atriz diz que adorou a mudança, feita em outubro de 2017. Inclusive, ter o cabelo rosa foi a realização de um sonho da adolescência.


— Acho que o visual deu todo um acabamento especial a composição da minha personagem.


Diferencial


Pintar o cabelo de rosa tem suas vantagens, que pode ser tanto acompanhar a moda, renovar o visual ou se destacar entre a maioria de loiras, morenas e ruivas. Mas o hair stylist Marcos Roberto ressalta que a transformação pode ser agressiva.


— Há duas maneiras de se colorir o cabelo de rosa: com sprays ou tonalizantes. Os sprays não oferecem complicações porque não possuem amônia, mas saem com água. Já a segunda alternativa é um processo mais agressivo. O profissional primeiro precisa descolorir o cabelo. Esse procedimento por si só já deixa os fios sem vida, secos e quebradiços. Em seguida, é colocado o tonalizante.



Para quem escolheu a opção mais definitiva, o profissional orienta que a dica é seguir o mesmo tipo de cuidado feito por Pérola Faria.


— Para que o cabelo fique macio, bonito e com vida, a dica é hidratá-lo pelo menos uma vez por mês.


Outra referência quando o assunto é colorir as madeixas, a apresentadora MariMoon já declarou qual considera a principal recomendação para as interessadas: não tentar fazer em casa.


A volta ao natural


Para quem está com o cabelo rosa e quer voltar a cor natural, o processo também requer cuidados. Segundo Marcos Roberto, o processo exige tempo e uma pré-pigmentação.


— A gente primeiro aplica uma cor um tom mais claro do natural e deixa agir por um determinado tempo. Só depois disso é que se entra com a cor definitiva.


Fonte Oficial: R7.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários