30 anos de internet: 5 curiosidades que você provavelmente não sabe – GQ

7

No dia 12 de março de 1989, há exatos 30 anos, a World Wide Web (WWW) era criada pelo britânico Tim Berners-Lee. Considerado o pai da internet, ele conseguiu estabelecer a primeira comunicação entre cliente e servidor HTTP para compartilhar informações entre os computadores do CERN (sigla em francês para Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear).

O público só viria a ter acesso ao que se conhece hoje como internet em 1993, quando foi liberado o uso pela organização. Além dessa, listamos cinco curiosidades sobre a web que você provavelmente não sabe.

1 – TAL PAI, TAL FILHO

A intimidade de Tim Berners-Lee com tecnologia é de família. Seus pais, Conway Berners-Lee e Mary Lee Woods, participaram da criação dos primeiros modelos de computadores eletrônicos construídos para serem comercializados, o Ferranti Mark 1 e o Mark 1.

2 – WEB x INTERNET: QUAL A DIFERENÇA?

Apesar dos termos ‘web’ e ‘internet’ hoje serem sinônimos para a maioria das pessoas, eles não são a mesma coisa. Internet diz respeito a todo pacote de dados transferidos entre computadores ao redor do mundo. Enquanto web se refere ao conjunto de ferramentas utilizadas para acessar a rede, usando protocolo HTTP (URL) para transferir os dados e apresentar aos usuários.

3 – O PRIMEIRO NAVEGADOR A NÍVEL MUNDIAL

O Mosaic não foi o primeiro navegador criado para acessar à web, mas foi o mais importante por abrir ao público em geral. Além disso, ele integrava o sistema operacional Windows, de Bill Gates, o mais famoso na época.

+ Por que, aos 30 de idade, a internet está longe de acabar

+ Novas tecnologias da Microsoft miram em quem trabalha longe do computador

Como era a primeira página da web, lançada em 1989 (Foto: Divulgação)

4 – METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL CONTINUA OFFLINE

Dado o contexto globalizado e como tudo ocorreu tão rápido, parece exagero pensar que apenas metade da população está online. De acordo com relatório divulgado pela  International Telecommunications Union (ITU), cerca de 48% da população mundial ainda permanece offline ou não acessa a internet com frequência diária. Esse dado é alarmante, considerando a gama de informações disponíveis online e como as pessoas conectadas não conseguem enxergar uma vida sem internet.

+ Ofertas Amazon: confira os Wearables Mais Vendidos

5 – MAIS DE 1.6 BILHÕES DE SITES ONLINE

Segundo o site Internet Live Stats, atualmente existem mais de 1.6 bilhões de sites na web. A marca de 1 bilhão foi ultrapassada em 2014, mas desde então foi equilibrada em função dos sites inativos que estavam sendo contabilizados. Hoje a contagem segue correta.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários