4 passos para harmonizar charutos e bebidas como um mestre – GQ

11

Já navegamos pela ciência de aproveitar um charuto como se deve- em 23 perguntas, com uma especialista e tudo mais. Mas como todo objeto de estudo digno, há sempre outras questões a se fazer. Por exemplo: você tem um charuto de um lado, um drinque ou bebida do outro. Qual a equação ideal para o máximo aproveitamento?

Edgar Esch, sócio da tabacaria Esch Café – La Casa del Habano nos dá uma breve aula sobre como harmonizar estes dois elementos. É de se esperar: usar um pouco a cabeça e ficar atento a algumas regras é essencial. Confira algumas dicas abaixo.

“A degustação do charuto é um momento de apreciação. As bebidas que melhor harmonizam costumam ter essa mesma característica, são degustadas lentamente, valorizando cada aspecto do sabor”, explica Edgar.

2. Mas sem medo de experimentar

Entre os harmonizadores mais clássicos, Edgar destaca vinho do Porto, conhaque, rum e whisky, mas prefere não se fechar a nenhuma experiência. “Hoje em dia as pessoas são revolucionárias, algumas harmonizam charuto com cerveja e drinks. Licores também são bons parceiros, como Frangelico, Cointreau e Drambuie. Não são harmonizadores tão habituais, pois alguns são muito adocicados, mas têm o seu público”, explica o empresário.

Outra opção sugerida é o B&B, famoso drink que combina licor Bénédictine e conhaque. “Invencionice que já virou clássico”, brinca Edgar. “No Brasil, por exemplo, temos um harmonizador bem particular, que é a cachaça. Algumas pessoas gostam dessa combinação com a cachaça bem gelada”.

MIAMI BEACH, FL - FEBRUARY 21:  A view of cigars at Cigars & Spirits Presented By Montage Hotels & Resorts Brought To You By Cigar Aficionado And Whisky Advocate during the Food Network South Beach Wine & Food Festival at Betsy Hotel Rooftop on February 2 (Foto: Getty Images for Food Network So)

Para compor a harmonização, o principal fator a se considerar é gosto pessoal – o que não exclui outros aspectos, como condições climáticas e tipo de charuto. “No frio, conhaque, rum e whisky são ótimas opções, principalmente com um charuto mais encorpado, de estrutura mais forte. Mas se você está degustando em uma área externa, com clima mais quente, o conhaque é agressivo. Nesse contexto, valem combinações mais leves e refrescantes. Muitas pessoas gostam de harmonizar o charuto com drinks, como Dry Martini, Negroni, Daiquiri e Mojito”.

Perguntado sobre bebidas que devem ser evitadas, Edgar prefere não ser taxativo. “Isso é muito pessoal, nada deve ser descartado. Eu particularmente acho que o vinho tinto não harmoniza tão bem com charuto, assim como vinho branco e champanhe. Diferente do vinho do Porto, uma bebida mais alcoólica e de sabor mais suave, que tem harmonização perfeita”.

4. Considere algumas dicas – e as procedências

O empresário dá algumas dicas de combinação: Charutos aromáticos como o Cohiba Talismán 2017, recém-lançado no Brasil, combinam com bebidas neutras e robustas, como conhaques e runs envelhecidos. O Partagás Serie D Nº 4 é um charuto robusto de estrutura forte, que harmoniza com vinho do Porto 20 anos. Já o Montecristo Nº 4 tem uma estrutura média a suave, combinando com bebidas leves como Mojito ou Daiquiri.

Como bom entendedor, Edgar ressalta ainda a importância de conhecer a procedência dos charutos, principalmente os cubanos, que são mais afetados por falsificação e contrabando. No Brasil, os famosos Habanos são importados e distribuídos exclusivamente pela Emporium Cigars. “Uma combinação premium depende também da qualidade dos produtos, por isso é importante estar atento à origem dos charutos”, finaliza.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários