5 bares em Londres testados e aprovados – GQ

5

Mood: speakeasy sexy

Tem que reservar com antecedência, mas o barzinho secreto do Swift vale muito a pena. O bar principal é legal, mas normalzinho e meio apertado. Uma escada íngreme dá acesso a um segundo Swift escondido no porão, bem mais aconchegante, escuro e ultrasexy. A coquetelaria é uma das mais premiadas da Europa e o ambiente, imbatível. barswift.com

 

 

Bebidas (Foto: divulgação)

 

 

Mood: people watching 

O bairro mais chique de Londres, Mayfair, concentra os bares mais caros e tradicionais. Deles, o mais famoso fica no hotel The Connaught. Não é um bar jovem nem tem clima de balada. Sentar-se em uma das poltronas baixas e pedir um drinque lá é ser dândi por uma noite. Dá para passar horas admirando o vaivém da fauna curiosa que mescla o high londrino a milionetes gringos. the-connaught.co.uk/restaurants-bars/connaught-bar

 

Bebidas (Foto: divulgação)

 

 

Mood: queijos e vinhos

O Sager + Wilde é um dos dois wine bars mais falados e reputados de Londres. Fica na parte leste da cidade em um bairro hipster e nota-se pela clientela. Ambiente supercaloroso e animado. A fama deve-se à carta que só tem vinhos excelentes e de produtores cultuados – muitos a bom preço (taças a partir de 5,50 libras). As comidinhas que acompanham são igualmente deliciosas, a começar pelos “cheese toasties” (pão tostado e queijo derretido). sagerandwilde.com/hackney-road

 

Bebidas (Foto: divulgação)

 

 

Mood: imersão no gim

O The Distillery, em plena Portobello Road, tem o esperado – coquetelaria de primeira, ambiente gostoso, clientela cool – e também o inesperado: uma escola de gim! O “Ginstitute” fica no subsolo do charmoso sobrado e lá um expert ensina para pequenos grupos como destilar e aromatizar a bebida. Cada um faz o seu e leva para viagem. Para quem não quiser voltar para casa, o último andar abriga quartos para uma hospedagem pra lá de charmosa. Reserve online. The-distillery.london

 

Bebidas (Foto: divulgação)

 

 

Mood: degustar altos coquetéis

Salvatore Calabrese está para o mundo etílico como Robert de Niro para o cinema. Ele tem a manha até de afirmar ter melhorado o drinque perfeito: seu dry martini, que ele chama de naked martini, é feito a olho, sem coqueteleira. O Donovan, no charmosíssimo hotel Brown’s é seu QG. Lá você pode sentar no balcão luminoso e provar não só o famoso naked como altos coquetéis criados por ele: a lista é longa e as misturas, sensacionais. roccofortehotels.com/hotels-and-resorts/browns-hotel/restaurants-and-bars/donovan-bar

 

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários