A nova Saks Fifth Avenue é destino obrigatório em Nova York – GQ

7

Fundada em 1924, a Saks Fifth Avenue se consolidou como uma autoridade em moda e um destino certeiro para quem busca produtos de luxo em Nova York. Visando atrair mais consumidores para para seu espaço físico, desde 2015 a loja passa por um processo de renovação – e estima-se que já tenha gastado US$ 250 milhões.

O piso principal, antes ocupado pelo departamento de beleza, deu espaço a um grande empório de bolsas e acessórios de couro, contando com 50 marcas distintas, sendo 14 delas novas, e preços que variam entre US$ 45 e US$ 49.500. Para a inauguração do novo espaço, as marcas estocadas pela loja, entre elas Balenciaga, Alexander McQueen e Chanel, criaram 100 modelos de bolsas que serão comercializados exclusivamente na Saks.

+ Lista GQ: as bolsas mais legais para 2019
+ Depois da bolsa no pescoço, a bolsa de pescador é o must have do verão

 (Foto: divulgação)

O andar com foco em bolsas de luxo segue o rumo do mercado, que teve um aumento de 2,6% nas vendas nos Estados Unidos, gerando um total de 7.56 bilhões de dólares no ano passado somente nesse setor. O investimento visa, além de atrair os clientes para o espaço físico, concorrer com o crescente comércio paralelo de revendedores. Para isso, além da curadoria de marcas e produtos, a Saks disponibiliza para seus clientes um serviço exclusivo de consultoria para a compra de bolsas.

No segundo andar do estabelecimento está instalado o setor de produtos de beleza e, no subsolo, o departamento de joalheria. Os andares são interligados por escadas rolantes iridescentes projetadas pelo arquiteto Rem Koolhaas, enquanto os espaços internos foram projetos pelo time de design e planejamento da Saks em parceria com a Gensler, empresa americana de design e arquitetura.

Escadas rolantes projetadas pelo arquiteto Rem Koolhaas (Foto: divulgação)

Apesar de já estar em sua etapa final, a conclusão para o término do projeto está prevista para 2021, com mais duas partes estimadas para serem entregues ainda esse ano: o departamento masculino e o The Vault, como é chamado o setor de jóias da loja.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários