Antes só para mulheres, os calçados de plástico são abraçados pelos homens – GQ

44

Lançada no mercado em 1979, a marca Melissa, conquistou os corações de meninas mundo afora com o modelo Aranha, aquele famoso com forma de telinha, e de meninos mais ousados da época. Pouco a pouco os rapazes tentavam se encaixar no “plastic world”.

A marca, que partiu do propósito de promover a diversidade, percebeu esse movimento e decidiu expandir a grade de alguns modelos que possuíam características masculinas.

Segundo a diretora de marca e produto da Melissa, Raquel Metz Scherer, existe uma questão de inclusão. “ A Melissa se sente orgulhosa ao saber que está cada vez mais democrática , que outros perfis de pessoas também consomem o produto e se sentem parte da marca”, disse à GQ.

Caio Braz sempre por dentro das tendências (Foto: Gabriel Feriani)

Agora que você já sabe que pode abusar dos calçados, vamos te mostrar como usar alguns modelos da marca:

1. A Melissa Classic Brogue, inspirada no clássico modelo de sapatos que surgiu na Idade Média, vai te ajudar num visual mais clássico e refinado. Um costume alinhado, com uma camisa – e dica – sem gravata, é a pedida.

Melissa Classic Brogue - R$170,00 (Foto: Melissa)

2. Já que estamos falando de ousadia e diversidade, faça como Caio Braz (na foto acima) que, durante a edição N44 da São Paulo Fashion Week, usou o modelo Melissa Daikanyama com uma saia masculina.

 (Foto: Melissa)

3. Com uma pegada mais livre, a Melissa Flox, pode ser ótima para uma produção em dias mais quentes. Camisa leve (talvez listrada), um short ou uma calça de linho, e pronto! Vá direto curtir um drink com os amigos.

Melissa Flox - R$130,00 (Foto: Melissa)

4. Agora, o coringa: caso queira dar uma volta na praia ou curtir uma pool party, com certeza a escolha é a Melissa Beach Slide, que dará um upgrade no seu traje de banho.

Melissa Beach Slide - R$100,00 (Foto: Melissa)

Fonte Oficial: http://gq.globo.com/Estilo/Moda-masculina/noticia/2017/10/antes-so-para-mulheres-os-calcados-de-plastico-sao-abracados-pelos-homens.html.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários