Aos 101 anos, bilionário mais velho do mundo não quer saber de se aposentar tão cedo – Notas – Glamurama

8

Chang Yun Chung || Créditos: Reprodução

Com 101 anos recém-completados, Chang Yun Chung – o bilionário mais velho do mundo – não quer saber de parar de trabalhar tão cedo. Todos os dias o vovô do clube dos dez dígitos dá expediente em seu escritório, que fica em Singapura e é de onde ele comanda um império naval composto por uma frota de mais de 150 navios cargueiros. Mesmo apesar de ter passado parte do comando das empresas anos atrás para os filhos – são 14 os herdeiros dele – Chung faz questão de se manter presente no dia a dia dos negócios e no momento inclusive coordena projetos de construção de terminais de contêineres na Nigéria, no Sudão e na Tanzânia.

Dono de uma fortuna estimada em US$ 1,6 bilhão (R$ 6,6 bilhões), que era até maior antes da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, Chung é considerado um dos homens mais influentes do comércio exterior mundial, e isso também lhe traz muitas preocupações. Mas, conforme o próprio disse em uma entrevista nessa semana, ter muito o que fazer é um dos segredos por trás de sua longevidade. (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários