As esculturas deste artista reimaginam velhas câmeras fotográficas – GQ

9

(Foto: Fabian Oefner)

Se você é do tipo que, quando moleque, curtia abrir seus aparelhos e descobrir como as coisas funcionam, a obra do artista suiço Fabian Oefner pode ser sua pegada. Oefner é mestre em criar imagens que brincam com tempo e espaço, real e fantasia e, em sua última série, CutUp, transforma câmeras antigas em recortes surreais, dignos de uma enciclopédia abstrata.

+ Esta instalação no Japão transforma natureza em arte virtual
+ Artista reimagina Porsches como veículos futuristas – e bizarros


(Foto: Fabian Oefner)

Para chegar a este resultado, o artista mergulha os aparelhos em resina e usa uma câmara de pressão para preenchê-los por completo com o material. Com uma serra simples,  cada ‘fatia’ é cortada. Estes pedaçõs são reagrupados a bel prazer de Oefner, e novamente mergulhados em um resina. O resultado final é uma desconstrução imortalizada do item.


Câmera cortada (Foto: Fabian Oefner)

Com a série, o artista busca transformar suas ferramentas de trabalho na própria obra de arte – por isso, apenas câmeras, usadas para suas fotografias, sofrem este triste – mas artsy – destino. Por ora são apenas 6 peças, mas Oefner planeja expandir sua série no futuro.

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários