As quatro supermáquinas do Salão do Automóvel – GQ

10

Alguns carros elevam o conceito de exclusividade a novos patamares – e o Salão do Automóvel deste ano está repleto deles.

+ Saiba quais carros podem ser testados no Salão do Automóvel
+ Os carros elétricos que despertaram paixões no Salão do Automóvel
+ GQ e Vogue no Salão do Automóvel: Gabriel Medina e Lucas Di Grassi

Um exemplo é o Mercedes Benz AMG One. Antes conhecido apenas pelo misterioso nome Project One, ele foi inicialmente apresentado no Salão do Automóvel de Frankfurt em 2017, o modelo foi projetado em parceria com o piloto da Fórmula 1 Lewis Hamilton. Chega a 350 km/h e faz de 0 a 200 km/h em apenas seis segundos. Ele poderia ser seu por aproximadamente R$ 10 milhões, isso se as 275 unidades fabricadas já não tivessem sido vendidas antes mesmo do carro ter ficado pronto. A procura foi muito maior, mas a montadora já disse que não vai aumentar a produção. Quem visitar o estande da Mercedes no Salão poderá ver AMG One de perto, mas não dá para entrar e tirar algumas fotos. Ele fica em um display rotatório, para ser apreciado de uma distância segura.

A Mercedes Benz AMG One no Salão do Automóvel (Foto: Reprodução/Instagram)

Mas esta não é a única supermáquina que pode ser conferida no evento. A Porsche apresenta um de seus modelos esportivos voltado totalmente para as pistas, o 911 GT3 RS. Um pouco menos invocado que o AMG One, ele chega a 312 km/h, e faz de 0 a 100 km/h e m 3,3 segundos. Faz parte de uma linhagem de carros de corrida estabelecida em 2003, responsável por acumular inúmeros prêmios em competições. Serão 19 unidades oferecidas ao público brasileiro, cada uma por R$ 1,242 milhão.

O Porsche GT3 RS (Foto: Reprodução/Instagram)

Uma das montadoras mais cobiçadas do planeta, a Ferrari aproveitou o evento para lançar no Brasil a 488 Pista. Como o próprio nome do modelo já entrega, ele possui toda a tecnologia feita para as corridas em um modelo esportivo poderoso, equipado com motor turbo. Está disponível por R$ 3,7 milhões.

A McLaren Senna no Salão do Automóvel (Foto: Reprodução/Instagram)

Para encerrar o passeio, a McLaren Senna, feita em homenagem ao piloto brasileiro Ayrton Senna (1960-1994), chega ao mercado com o título de carro de rua mais leve feito pela McLaren desde o F1, o superesportivo que reinou nas competições de velocidade no período em que foi produzido, entre 1993 e 1998. A McLaren Senna usa fibra de carbono aparente, oferecendo um desempenho que faz o veículo alcançar 100 km/h em apenas 2,8 segundos. Este é outro carro bastante exclusivo. Serão produzidas apenas 500 unidades, e apenas três delas estarão disponíveis no país, pelo preço de RS 8 milhões.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários