Beber café pode aumentar sua capacidade de suportar a dor – GQ

3

Está com dor de cabeça? Tome café! Dor muscular pós-treino? Café! É ou não é a recomendação dos sonhos de todo viciado em cafeína? Pesquisadores de farmacologia recrutaram 62 homens e mulheres, com idades entre 19 e 77 anos, e fizeram com que eles registrassem sua ingestão diária de cafeína (presente em café, chá, refrigerante, bebidas energéticas e chocolate). 75 % dos participantes consumiam uma média de 170 miligramas de cafeína por dia, cerca de duas xícaras de café, os outros 15% mais de 400 miligramas por dia.

+ Café: 8 estudos que mostram os efeitos dos grãos na sua vida

+ Café logo ao acordar não ajuda a despertar

Após sete dias, os voluntários foram levados para um laboratório para testar sua tolerância à dor, usando dispositivos que aumentaram gradualmente o calor ou a pressão no antebraço ou nas costas do um voluntário. As pessoas apertavam um botão quando a sensação se tornava dolorosa e, novamente, quando se tornava intolerável. O resultado foi que quanto mais cafeína havia sido consumida, maior a tolerância à dor. “A dieta pode ser útil para diminuir a sensibilidade à dor”, disse o principal autor, Burel R. Goodin, professor associado de psicologia da Universidade do Alabama, em Birmingham. “E não é só a cafeína que tem esse poder. Um estudo mostrou, por exemplo, que uma dieta à base de plantas pode realmente ajudar a aumentar a tolerância à dor”.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários