Boleiros e fogões: um guia dos restaurantes das estrelas do Barça – GQ

6

Quando o assunto é Copa do Mundo, no mundo inteiro as turmas se reúnem e sempre acabam em um ou outro bar ou restaurante. Por Barcelona não é diferente, ainda mais agora com quase todos os jogadores que vivem na cidade já de volta para suas casas. Aqui, os pontos de encontro para assistir às finais são em restaurantes super descolados – e muitos deles têm as própias estrelas do Barça como sócios.

Leo Messi – Bellavista del Jardín del Norte

Os restaurantes das estrelas do Barcelona (Foto: Divulgação)

Leo Messi, um dos primeiros jogadores a virarem Restauranteurs, abriu junto com os Irmãos Iglesias em julho de 2016 o Bellavista del Jardín del Norte, um espaço com mais de mil m² de interior e outros mil m² de jardim situado em uma das ruas mais cool de Barcelona. A chave do sucesso é o espaço: a reprodução de um lugarejo da Argentina onde pode-se degustar diversos tipos de comida como se estivessemos lá.

A proposta gastronômica vem influenciada pelas já experimentadas mãos dos Iglesias com outros restaurantes de Barcelona como Espai Kru, Rias de Galicia, Cañota ou Bobo Pulpín. Uma grande variedade de tapas elaboradas e produtos marinados triunfam desde a abertura até os dias de hoje.

Com mais de 70 pessoas trabalhando diariamente no local, o Bellavista del Jardín del Norte já é conhecido entre os barceloneses pela fonte manancial “de Rosario”, na qual você pode encher seu copo com diversos tipos de águas. Outras atrações desse local são as antigas máquinas de jogos e a grande sala de eventos destinada a atividades culturais semanais e algumas conferencias. Um autêntico espaço onde todos são convidados a desfrutar de um ambiente despojado com uma decoração convidativa a reuniões de amigos, famílias e casais.

Os restaurantes das estrelas do Barcelona (Foto: Divulgação)

Outro jogador a associar-se com um renomado chef foi o brasileiro Dani Alves. João Alcantara foi seu personal chef durante alguns anos e a partir desta experiência eles decidiram juntos entrar na empreitada gastrônomica de abrir um restaurante de comida brasileira. FOgO é o nome que escolheram para o local, que faz grande sucesso entre os brasileiros residentes em Barcelona e os catalães apaixonados pela cozinha do Brasil.

A proposta tem como principal pilar a matéria-prima. Os pratos elaborados por João percorrem a gastronomia de diversas cidades do Brasil com um plus de criatividade – o chef não dispensa usar os ingredientes mais frescos do Mediterrâneo,  como as famosas e irresistíveis “Gambas de Palamós”, dando um toque mais moderno à cozinha tradicional.

O restaurante tem dois andares: no primeiro fica o Boteco FOgO, onde é possível saborear pratos da comida tradicional e popular brasileira, como feijoada, picadinho e mandioca. No segundo encontra-se o Alquimia FOgO, que oferece a mais pura cozinha de autor por meio de de um menu- degustação para os mais curiosos.

Com sua proposta cheia de vida, cor e sabores, o FOgO chegou a Bracelona para ficar e apresentar ao mundo um pouco mais da nossa terra.

Gerard Piqué – Blue Spot

Os restaurantes das estrelas do Barcelona (Foto: Divulgação)

A mais recente empreitada de um jogador do Barcelona foi a de Gerard Piqué, que junto de sua esposa Shakira e de Tomás Tarruella (En Compañia de Lobos), abriu as portas do recém-inaugurado Blue Spot. Com um terraço junto ao mar e vistas espectaculares de 360º de Barcelona, o espaço vizinho do Hotel W não funciona apenas como restaurantem as também como balada depois de certa hora. Na carta, os protagonistas são os pratos feitos na brasa, mas também são boas as paellas e pastas.

O espaço conta com dois ambientes. Durante o dia, a cozinha é liderada pelos chefs Alex Durán (Restaurante Negro) e Mariano Citterio (Nobuk). à noite o lugar se transforma no Blue Monkey, marcado pelos Djs, drinks e a disputa por uma das mesas mais exclusivas de Barcelona.

O Blue Spot promete ser o restaurante da moda deste verão.

No Chalito, de Luizito Suárez, as empanadas são garantia de sucesso (Foto: Reprodução/Instagram)

Luis Suárez, também jogador do Barça, preferiu trocar a praia pelo centro e, no final de 2017, abriu o Chalito em pleno coração de Barcelona. Já com a bagagem de uma experiência anterior de sucesso (o outro Chalito, em Castelldefels, cidade costeira próxima de Barcelona), Suárez apostou em uma cozinha mais informal, rápida e 100% artesanal.

A história do Chalito vem da relação do jogador com dois de seus sócios, Leo e Mariano Messi. Suárez era frequentador assíduo de um dos seus restaurates, o Chalo, de inspiração italo-argentina, onde se sentia em casa. Dalí surgiu a ideia de apostar em um novo local.

A proposta é se concentrar nas gastronomias uruguaia e argentina. Entre os pratos, destacam-se as pizzas, milanesas, roscas e empanadas caseiras. Também há uma grande oferta de carnes no menu, como tira de asado, vacío, entranha e bife de chorizo.

O local quente e acolhedor, assim como os outros, com um espaço de grandes dimensões. Sob o lema “feito a mão”, souberam investir num ambiente caseiro, cercado por madeira artesanal. A combinação de oferta, preço e localização o transformam em um local de sucesso garantido, já que é  acessível para todos os paladares e bolsos.

Bellavista Jardín del Norte – C/ Enrique Granados 86, Barcelona

Blue Spot – Passeig Joan de Borbó 101, Edifici Ocean, Barcelona

FOgO – C/ Corcega 231, Barcelona

Chalito – Rambla de Catalunya, 12, Barcelona

Quem não tem um restaurante, mas pode ser visto frequentemente zanzando por todos esses é o ex-jogador e capitão do Barça Carles Puyol. Diz-se que é um excelente degustador.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários