Botox, preenchimento e redução da calvície são tratamentos mais buscados por homens – GQ

48

(Foto: Getty Images/iStockphoto)

Rugas, poros e linhas de expressão – algumas das preocupações de quem curte cuidar da pele e experimentar tratamentos. Se você é dessa turma, temos uma palavra para adicionar a seu dicionário: é a cosmiatria. Essa subespecialidade da dermatologia é voltada para o tratamento e prevenção de problemas estéticos na derme, através de aplicação de produtos cosméticos e novas tecnologias de tratamento.

+ Descobrimos o que o homem mais procura nos consultórios de estética
+ Seu sorriso é a parte mais importante da sua beleza, diz pesquisa

Aliando a saúde da pele ao cuidado estético, a cosmiatria tem por objetivo proporcionar a melhora da pele da face, tornando sua aparência mais jovem e saudável. Por seu benefício duplo, caiu nas graças de famosos como o ginasta Diego Hypolito: “Com o tempo procurei fazer alguns ajustes necessários. Sempre busco estar nem comigo mesmo. É o fundamental para a qualidade de vida e felicidade,” publicou o atleta em suas redes sociais.

Para entender melhor o que é a cosmiatria e seus benefícios práticos, a GQ Brasil conversou com a dermatologista Cibele Tamietti Durães, que respondeu às dúvidas mais comuns sobre os tratamentos.


Diego Hypolito (Foto: reprodução/ instagram)

GQ Brasil: Quais tratamentos mais procurados nesta especialidade?
Cibele Durães:
Os tratamentos mais procurados atualmente são a toxina botulínica, preenchimento facial com ácido hialurônico, mesoterapia e laser de baixa frequência para o tratamento de calvície, depilação a laser, atenuar a cicatriz de acne com laser, CO2 fracionado ou microagulhamento e laser para remoção de tatuagens.

GQ Brasil: Quais intervenções mais requisitadas pelo público masculino? Por quê?
Cibele Durães:
A toxina botulínica ainda é um dos principais tratamentos procurados pelo público masculino. É usada para melhorar as rugas de movimentos da testa, entre as sobrancelhas e os pés de galinhas, dando uma aparência mais leve e descansado. Na área de cosmiatria e laser os tratamentos mais procurados, em geral, são para manchas, rugas e flacidez na face. Entre eles, peeling, botox, preenchimento facial, bioestimulação de colágeno, ultrassom micro e macrofocado, radiofrequência microagulhada e laser CO2 fracionado.

GQ Brasil: Existe alguma queixa comum entre homens em relação à aparência? Qual?
Cibele Durães:
Uma queixa muito comum em homens é a alopecia androgenética, popularmente conhecida como calvície masculina. Uma opção muito boa para tratar este problema é a mesoterapia capilar que injeta substância contra a calvície diretamente no couro cabeludo. Este procedimento pode ser associado com laser de baixa frequência para potencializar o efeito e aumentar circulação sanguínea local, minimizando a dor durante o procedimento.

GQ Brasil: Quanto costuma custar tratamentos como estes?
Cibele Durães:
O resultado de “não enrugar a pele” da toxina butolinica dura em média de quatro a seis meses. O preço varia, mas em média pode ser feito por R$ 1.500. Já a aplicação do ácido hialurônico depende da quantidade de produto usado no procedimento. A utilização de uma seringa (medida padrão de uso) custa em média R$ 2 mil. Mas em um preenchimento global da face podem ser necessárias mais de uma seringa. E a sessão da mesoterapia associado com o laser costuma partir dos R$ 500.

GQ Brasil: Com qual periodicidade essas intervenções estéticas são feitas?
Cibele Durães:
A toxina botulínica pode ser feita até duas vezes ao ano, já que o resultado dura até seis meses. Já o preenchimento facial com ácido hialurônico tem resultado por até ano. Para o tratamento de calvície, recomenda-se inicialmente de 10 a 20 sessões quinzenais e depois, dependendo do diagnóstico, sessões trimestrais.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários