#Brumar, o mais brasileiro dos power couples, segundo Ellen Von Unwerth – GQ

15

Como Ellen Von Unwerth pode ser só sorrisos? A icônica fotógrafa alemã tem apenas 10 minutos para fotografar Bruna Marquezine e Neymar Jr., antes do jogador ser homenageado no amfAR, em São Paulo, pelo trabalho com seu instituto. Na biblioteca do host Dinho Diniz, todos parecem tensos, menos ela, que ri à toa das piadas mais esdrúxulas. Talvez seja a maneira alemã de trazer leveza ao ambiente. Ou, talvez, ela seja assim mesmo.

Acho que é a segunda opção: “Passamos antes em um supermercado e eu vi esses melões maravilhosos. Vou fazer umas fotos com eles também!”, ela conta. E ri. Ri não, gargalha. Entre os melões e os livros, famosos e poderosos papeiam como se nada acontecesse. Adrien Brody, Oskar Metsavaht, Daniela Falcão, Donata Meirelles e Nizan Guanaes entre eles. Mas a verdade é uma só: todos ali esperam pelo casal.

Bruna e Neymar (Foto: Ellen Von Unwerth)

À porta do evento, o mais brasileiro dos jovens power couples mundiais faz algum suspense e demora três minutos para sair do carro. Ainda apoiado em muletas, o precioso pé direito protegido por uma bota ortopédica, o atleta leva uma surra de perguntas e flashes. Ele é o jogador sensação, mas ela… Bem, ela é a Bruna Marquezine. A rainha da porra toda. Tão rainha que se coloca na posição de primeira dama porque sabe que a noite ali foi planejada para ser dele.

Dias depois, no shooting desta capa, ela diria: “Eu estava bem feliz pelo Neymar. Ele tem muito orgulho deste projeto e eu também tenho muito orgulho por ele”. No backdrop eles se beijam – melhor, ela o beija, com as mãos cravejadas de anéis, os finos dedos acariciando o rosto do amado, levemente desiquilibrado. A bola é dela. Pequenas parcelas incandescentes parecem preencher o ar em torno deles.

O caminho até a biblioteca é mais longo do que parece para quem precisa de amparo. Mas se esse apoio é a Bruna, à bordo  de um macacão Versace branco bordado com joias Ara Vartanian, convenhamos: que a caminhada demore a eternidade!

Mas não demora. Ellen os recebe como anfitriã. Ele sorri, os olhos claros brilhando. Bruna brilha inteira. Se faz necessária e urgente a criação de um adjetivo superior a linda. Amora, a famosa lhama de Diniz, também se rende à nossa estrela, que puxa o namorado pela lapela do smoking. Ele vai, hipnotizado. Ela se coloca ao lado dele em uma poltrona e faz-se ali uma simulação etérea de um casamento real à brasileira. Bruna se diverte com as fotos. E se divertiria ainda mais dia desses em Cannes: “Encontrei a Ellen no jantar da Naomi.Tentei falar com ela: ‘Oi, lembra de mim e da lhama?’. Mas estavam gritando por mim”. Dá até para ouvir, não dá?

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários