Bruna Marquezine já foi confundida com Paolla Oliveira? Entenda a história – GQ

8

Bruna Marquezine foi aclamada após a sequência final de sua primeira vilã televisiva, a Catarina, de Deus Salve o Rei. A personagem, em sua condenação, quebrou a internet com o bordão “Eu não me arrependo de nada. Faria tudo exatamente igual”; já sua intérprete – que aproveitou a frase da ficção para mandar um recado – “Eu também não me arrependo de nada” – despediu-se da novela, mas não de suas várias versões. Simplesmente porque ela cria tipos para falar com os amigos.

+ Se alguém tem que abrir mão da vida por que é a mulher?, questiona Bruna

+ Bruna admite: “A gente tem que saber a hora de expor, quando expor e como expor”

Uma das imitações de Bruna, que ainda estava fora das telas, ganhou vida quando a atriz e apresentadora Fernanda Souza postou vídeo contando que @brumarquezine é Paola. “Surgiu de uma brincadeira entre nós. Falava com um sotaque paulista forçado – não que ache que os paulistas falem assim – de uma menina fútil. E a Fernanda passava mal de rir. Então gravei um vídeo e a Paola ficou conhecida”, explica a namorada de Neymar Jr.

Veja a cena que marcou o nascimento de Paola:

Em conversa com a GQ Brasil, a estrela pontua ainda quando se deu conta de que os fãs estavam reconhecendo Paola nas ruas. “Fui na estreia de Deus Salve o Rei em Curitiba e algumas pessoas gritavam “Brunaaaa”; outras, “Paoooola”. Lembro que o ator que me acompanhava [o português José Fidalgo] achou que estavam me confundindo com a Paolla Oliveira. ‘Não, ela não é a Paolla Oliveira, é a Bruna Marquezine’, ele dizia’, ri a artista.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários