Bruno Capinan: “Praticamente todas as canções que escrevi foram para alguém” – GQ

8

Bruno Capinan anuncia Real, álbum produzido por Mark Lawson (engenheiro de som da banda Arcade Fire), previsto para abril deste ano. Entre as parcerias, o músico radicado em Toronto, no Canadá, adianta nomes como Philippe Cohen Solal, dos argentinos do Gotan Project, além dos brasileiros Bem Gil e Domenico Lancellotti. O disco será lançado cerca de três anos após Divina Graça.

Em bate-papo com a GQ Brasil, o artista respondeu o Quiz do projeto GQ Vozes:

GQ Brasil: Disco, digital, YouTube ou show?
Bruno Capinan: Show! Só fui entender a magnitude de Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Gal Costa e Björk ao vivo.

+ GQ Vozes: Reah, do Brasil para o mundo

GQ Brasil: Música que você está ouvindo agora?
Bruno Capinan: “Carinhosa” parceria do Otto com o Zé Renato. Chapei com essa canção quando o Otto me mostrou na casa dele há dois anos e até hoje não parei de ouvir.

GQ Brasil: O featuring perfeito com você seria com quem?
Bruno Capinan: Mãeana.

GQ Brasil: Um look ideal para show seria?
Bruno Capinan: Extravagante, extraordinário, em tons de rosa e azul bebê.

+ ‘O público sabe quem é verdadeiro’, diz Filipe Catto

GQ Brasil: Sua vida é um Instagram aberto? Comente?
Bruno Capinan: Não. Mantenho uma vida bem privada, embora meu Insta seja público. Pouquíssimas pessoas sabem com quem eu transo, aonde moro ou o que jantei ontem.
Só posto sobre política! [Risos]

Bruno Capinan (Foto: Filipe Catto / Divulgação)

GQ Brasil: Pagaria para tocar nas rádios ou pagaria para ter mais seguidores?
Bruno Capinan: Pra rádio, pagaria em dólar. Para os seguidores, pagaria com meu corpo.

+ Johnny Hooker relembra clássicos malditos: “censura nunca mais”

GQ Brasil: Já escreveu música para conquistar alguém? Deu certo?
Bruno Capinan: Esta é a história da minha vida. ‘Vicente’, canção do meu disco Divina Graça, por exemplo… Praticamente todas as canções que escrevi foi para comer alguém. Nunca deu certo. Mas, vem disco novo esse ano. Vai que rola? [Risos]

Assista ao clipe de “Vicente”:

GQ Brasil: Um disco clássico? Um guilty pleasure?
Bruno Capinan: João Gilberto – Live at the 19th Montreux Jazz Festival. Mmmm, um guilty pleasure? Comer Bolo de cenoura com cobertura de cream cheese de cueca vendo série sobre a Segunda Guerra na Netflix.

+ Liniker fala sobre sua relação com as redes sociais: ‘Não é um livro aberto’

GQ Brasil: Uma música para cantar no banho?
Bruno Capinan: “Mel” do Waly [Salomão] e Caetano [Veloso]. “Ó abelha rainha, faz de mim um instrumento de teu prazer…”

GQ Brasil: Qual o verso mais sexy de todos os tempos?
Capinan: “Em sungas estufadas e calções disformes” [“As Caravanas”, de Chico Buarque]

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários