Campanha convida todos a se posicionarem contra o cyberbullying – GQ

3

A Condé Nast, com as revistas Glamour, Vogue e GQ, quer chamar a atenção da Geração Z, a primeira criada no ambiente virtual, para um assunto especial: o cyberbullying.

Para isso, apresentamos a nova campanha da Fundação Kering – criada em 2008 para combater a violência que afeta 1 em cada 3 meninas e mulheres em todo o mundo. Ao longo de todo este mês de novembro, a campanha anual da fundação chamada White Ribbon For Women aproveita o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher para combater os ataques virtuais, principalmente os motivados por gênero.

+ Prevenção ao suicídio: 10 sinais alarmantes que seu filho pode dar
+ #GQporElas: o dicionário prático do feminismo

Embora fazer ameaças on-line estejam se tornando uma ofensa criminal e as empresas de tecnologia tenham progredido na facilitação das denúncias de incitação ao ódio, o anonimato da internet e sua natureza inescapável significam que o assédio on-line se tornou uma questão global generalizada. Pode acontecer 24 horas por dia, 7 dias por semana e pode se tornar viral muito rapidamente.

Aproximadamente metade dos jovens no mundo todo já foi vítima de bullying online. Umq uarto deles mais de uma vez. Com a hashtag #IDontSpeakHater e o site IDontSpeakHater.org, a Fundação Kering apela para que a geração Z defenda seus pares do assédio cirtual.

Quando você vir um comentário maldoso online, apoie a pessoa atacada, transforme o ódio em algo fortalecedor. Em vez de ficar em silêncio, a campanha encoraja a intervenção do espectador para quebrar a cadeia de comentários abusivos.

Lembre-se que o cyberbullying, que pode acontecer em qualquer lugar, a qualquer momento, causa danos psicológicos e físicos como estresse, ansiedade, problemas de sono, depressão e dor física.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários