Casa de Criadores apresenta moda atual e com significado em sua 43ª edição – GQ

5

A Casa de Criadores é um espaço reconhecido por agregar novos nomes da moda nacional. Em sua 43ª edição, o evento tomou proporções maiores do que suas anteriores. Cinco dias de talentos frescos e com muito a mostrar e dizer habitaram a passarela que ocupou um espaço notório do MAC USP, em São Paulo durante a última semana.

Entre os veteranos Igor Dadona e Felipe Fanaia, novos nomes e, até mesmo projetos sociais, estrearam com louvor. O movimento “Sou de Algodão”, por exemplo, tem como objetivo incentivar o uso da matéria-prima na indústria da moda e, para o desfile, convidou 16 estilistas para criarem looks de quase 100% algodão em parceria com 16 marcas associadas ao projeto.

Com suas próprias interpretações, nomes como Alex Kazuo e Another Place mostram o contraponto das duas principais tendências vistas durante a semana: o minimalismo e o streetwear. Sendo assim, agora que você já se inspirou nos melhores looks da 42ª edição, é hora de renovar o closet com as produções mais legais da edição atual. 

10. As tribos de colégio do Brechó Replay

Brecho Replay- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Ainda falando em tribos, é na época do colégio que achamos necessário nos identificar com algum grupo para podermos dizer quem somos, certo? Na hora do intervalo, principalmente, quando víamos todos esses grupos separados e a qual lugar cada pessoa pertencia. Para o Brechó Replay, referências lúdicas ditaram as tribos da sua coleção intitulada “Intervalo”, que atualmente contextualizam questões sociais que precisam reconhecidas.

9. A experimentação da D-Aura

D-aura - Projeto Lab- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

A busca por algo além, baseado na leitura do primeiro volume do Mil Platôs de Deleuze e Duatarri, intitulado “Rizoma”, resvala no constante convite à inquietação e à criação baseada na experimentação da D-Aura. Shapes amplos e descontruídos dão base a looks sem gênero e funcionais.

8. O Tie Dye da Sou de Algodão

Sou de Algod (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Desenvolvido por Felipe Fanaia para Estyllus, o conjunto de parca, calça e camisa com a mesma padronagem de tie dye é o que você precisa usar para se unir a ASAP Rocky em uma das principais tendências do momento.

7. As formas amplas da Matins.Tom

Martins, Tom- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Para a sua 5ª coleção, a Martins.Tom fez uma mistura poética: o urbano do grunge com o conforto do pijama. Dessa mistura saíram looks com diversos xadrezes, listras e tecidos lisos, tudo com a clássica e democrática modelagem oversized da marca, que você já sabe como usar.

6.  A viagem de Diego Fávaro

Diego Favaro- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Em clima de nostalgia, o estilista Diego Fávaro celebra sua 10ª coleção buscando referências em uma viagem de férias. A coleção revisitou itens que deram certo em sua trajetória, adicionando inspirações de todo o percurso dessa viagem, como frases de placas de sinalização.

5. A nova fase de igor Dadona

Igor Danona- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

A coleção Pain is Never Permanent de Igor Dadona foi realmente especial. A marca passa, a partir desta temporada, a explorar mais seu lado streetwear do que a alfaiataria. A nova fase surge como uma redescoberta e um resignificado de tudo que foi feito até agora. E isso começa com um trabalho excepcional feito à mão, como Luan Zumbi, que pintou essa calça divertidíssima!

4. O streetwear assimétrico da Another Place

 (Foto:  )

A coleção I Feel Like loving You Today da Another Place traz os anseios da geração Z e um retrato das transformações que a internet propõe aos seus nativos. É um questionamento sobre a construção estética desses jovens e como se comportam diante das redes sociais. Para o styling, a proposta é de peças de corte reto e, às vezes, assimétrico.

3. O monocromático de Saint Studio

Saint Studio- Casa de Criadores- Verao 2019. foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Em sua bela estreia na Casa de Criadores, a essência da Saint Studio foi muito bem representada. O minimalismo e o monocromático deram origem a peças delicadas inspiradas no instrumento de criação mais simples: a folha de papel, onde se idealizam e/ou se materializam todas as concepções e expressões de design.

2. O bordado à mão de Igor Dadona

Igor Danona- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Conforto, introspecção e natureza são os novos mandamentos da moda. Mas como se sentir livre sem poder recorrer ao clichê da fuga para natureza? Como aliviar a mente não podendo colocar nenhum de seus pés para fora da cidade grande? Para responder isso, o estilista Igor Dadona se uniu ao artista Luan Zumbi e à jornalista Giu Mesquita, que possui uma marca de bordados feitos à mão e sob encomenda, a Giu Couture, resultando em peças delicadas e divertidas.

1. A simplicidade de Alex Kazuo

Alex Kazuo- Casa de Criadores- Verao 2019Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE (Foto: Marcelo Soubhia/ FOTOSITE)

Já falamos sobre a coleção do designer por aqui. Seus recortes japonistas criam um novo visual ao homem contemporâneo e é totalmente adequado para os mais básicos. Alex Kazuo é, definitivamente, uma de nossas principais apostas.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários