Catherine Deneuve vai leiloar seu valioso acervo de peças assinadas por Yves Saint Laurent. Vem! – Moda – Glamurama

7

Catherine Deneuve e Yves Saint Laurent || Créditos: Reprodução

Catherine Deneuve decidiu se desfazer da coleção de peças Yves Saint Laurent que adquiriu ao longo da vida. O acervo dos sonhos de qualquer fashionista reúne 300 itens assinados pelo estilista, que era amigo íntimo da diva francesa, e será leiloado pela Christie’s da França em janeiro, durante a semana de Alta-Costura de Paris.

No dia 24 de janeiro a casa de leilões colocará 150 peças à venda e outras serão apresentadas online entre os dias 23 e 30 de janeiro. Parte do acervo será exposto ao público entre os dias 19 e 24 de janeiro na própria Christie’s. Tudo para garantir que a venda seja pulverizada, e não concentrada em apenas uma pessoa, um pedido da atriz. As roupas ficavam guardadas na casa de Catherine na Normandia, e foi o fato de se desfazer da casa que a levou a vender tudo.

“Hoje estou deixando minha casa na Normandia, onde guardei esta coleção, não sem tristeza”, disse Catherine em um comunicado. “São criações de um homem talentoso, que criou para deixar as mulheres mais bonitas.”

Em destaque estão um vestido curto com franjas e bordado de 1969, que ela usou quando conheceu Alfred Hitchcock, com valor de venda estimado entre 3 mil e 5 mil euros, e um smoking preto usado por Deneuve no evento de aniversário de 20 anos da marca, em 1982, avaliado entre 1 mil e 1,5 mil euros.

A atriz francesa conheceu Saint Laurent em 1965 em seu ateliê na Rue Spontini por sugestão de seu então marido, o fotógrafo David Bailey. Deneuve, que aos 22 anos ganhou fama ao estrelar o premiado “Os Guarda-Chuvas do Amor” de Jacques Demy, estava procurando uma roupa para usar em sua apresentação à rainha Elizabeth II. “Apareci na Rue Spontini com uma foto da coleção russa, do ano anterior, que ele concordou em fazer para mim”, disse Deneuve. “Era um vestido longo de crepe branco com um babador vermelho bordado. Foi o início de uma longa colaboração profissional e de uma grande amizade.”

O costureiro parisiense vestiu Deneuve por 40 anos. Ele desenhou os figurinos de sua personagem Séverine no icônico “A Bela da Tarde” de Luis Buñuel em 1967.

Catherine como Séverine no filme “A Bela da Tarde”(1967) com figurino criado por Yves Saint Laurent || Créditos: Reprodução

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários