Cidade mais liberal do Oriente Médio, Tel Aviv vale a visita – GQ

11

Quando pensamos em verão no Mediterrâneo logo vem a mente praias idílicas no litoral da França, Espanha e Itália. De Maio a Setembro, a região do litoral Europeu recebe turistas do mundo inteiro ávidos por experimentar a rotina “dolce far niente” que combina praia com boa comida e festas que vão até de manhã.

Nos últimos tempos, Tel Aviv, a cidade que fica na Ásia e não na Europa e que também é banhada pelo Mar Mediterrâneo, tem se tornado um destino especial para quem busca algo a mais do que dias de sossego na praia. A cidade é conhecida como a mais liberal do Oriente Médio e de nada lembra a vizinha Jerusalém, onde a religião toma conta do cenário. Em Tel Aviv, o esporte e lifestyle de verão dominam os largos calçadões e boulevards com uma população internacional onde praticamente todos falam inglês, possuem uma média de 318 dias de sol por ano e 1 em cada 3 habitantes tem entre 18 e 35 anos de idade.

+Conheça Burak Öymen, o cara que criou um império e sabe viver com dinheiro sem culpa 

+Conheça o Caminho de Abraão: oito países e 2 mil km no Oriente Médio

Com diversos hotéis boutiques repletos de design e serviços especiais abertos no último ano, o segundo polo de tecnologia do mundo (só perde para São Francisco) está vibrando. Separamos endereços imperdíveis para aproveitar um destino que ainda está fora do roteiro dos brasileiros:

Sunset Hilton Bay – Beach and Surf
Um beach club com música eletrônica, tendas brancas e um mar que parece uma piscina. O spot ideal para almoçar e curtir uma tarde inteira de sol e contemplação. Vá de bicicleta pelo calçadão recém renovado, pare nas estações de exercícios com TRX e equipamentos modernos e aproveite o melhor ‘people watching’ da cidade.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

Herzl 16
O restaurante Herzl 16 é ideal para refeições leves com um cardápio que mescla comida asiática com mediterrânea. Aproveite para caminhar pela região do Rotchield Boulevard, repleta de lojas, bares e galerias.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

Port Sa’id
Uma das experiências mais emblemáticas da cidade, o bar/restaurante Port Sa’id lota todas as noites, ocupando a calçada e as mesas que vão se extendendo pela rua. Um DJ toca uma mistura de jazz com bossa nova somente em vinil – uma coleção de discos decora toda a parede do restaurante – e um animado time de garçons e cozinheiros interagem com os clientes em clima animado para uma noite longa com sabores e texturas típicos.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

Phi Garden
Tel Aviv é famosa por suas festas de música eletrônica. Antes e depois, a galera se reúne no Phi, um restaurante com decor inspirado na Tailândia onde se mistura suco verde com gin e oferece também bowls de quinoa com vegetais locais. Um mix de lifestyle healthy para quem curte uma boa festa.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

Coffeebar
Música eletrônica, bons drinks e um menu mediterrâneo fazem do Coffeebar o lugar perfeito para um late dinner com muito gente jovem.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

The Vera Hotel
O hotel boutique The Vera é cool e confortável. Com um staff jovem e internacional, o hotel oferece no lobby uma estação high-tech de vinhos 24hs com diversas opções de uvas e temperatura perfeita.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

The Lighthouse Hotel by The Brown
O recém inaugurado Lighthouse by The Brown é um hotel que fica a uma quadra da praia e oferece bicicletas para seus hóspedes circularem pela cidade, além de jacuzzi privada nas varandas dos quartos.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

The Jaffa
Projeto ousado do premiado arquiteto John Pawson, esse hotel foi construido sob as ruínas de um hospital francês do século XIX, mantendo ao máximo as construções preservadas, porém com uma roupagem minimalista e usando tecnologia de ponta. O Jaffa é uma experiência de alto luxo na cidade antiga com o mesmo nome e vista para o mar mediterrâneo.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

Design Museum Holon
Com projeto de Ron Arad, o museu por si só já vale a visita para os amantes de arquitetura. Porém, as grandes exposições bi-anuais promovem uma imersão no universo do design e seu impacto em nossas vidas.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

The Efendi ( Acre )
Para fugir da cidade por um dia e viver uma experiência surreal. Imagine dormir em um palácio real com 12 quartos? Isso é o Efendi. Há apenas 60km ao norte de Tel Aviv, o Efendi é uma experiência única, com um pôr do sol inesquecível em uma cidade onde árabes e judeus vivem em harmonia.

Tel Aviv (Foto: Divulgação)

Quando ir? O verão prolongado vai de Março até Novembro, mas a alta temporada acontece de Maio a Setembro.

Como chegar? Todos os principais aeroportos da Europa tem vôos de em média três horas para Tel Aviv.

Por que ir? Segura, limpa e descolada, é impressionante ver como uma cidade de apenas 100 anos e menos de 500 mil habitantes consegue viver muito além dos conflitos religiosos e tornar-se um centro de cultura jovem no mundo. Você conhece pessoas interessantes pelas ruas, gentis e atenciosas. Tel Aviv é um destino que só vai atrair mais pessoas do mundo inteiro a cada ano.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários