Com estilo, Ethan Hawke reflete sobre o Oscar e a carreira na GQ US – GQ

7

Ethan Hawke, segundo a GQ US, está sempre no estilo. O ator de 47 anos cedeu uma grande entrevista aos nossos irmãos americanos sobre a sua carreira, passando por todos os momentos: desde a fase “ícone underground” dos anos 90 aos dias de hoje, quando protagoniza dois filmes ainda sem previsão de lançamento no Brasil: First Reformed, de Paul Schrader (de Taxi Driver), e Juliet, Naked, de Jesse Peretz.

Para o ator, tudo começou a mudar com o nascimento da sua primeira filha, Maya Hawke (que, aos 20 anos, foi confirmada no elenco da nova temporada de Stranger Things). Ethan se viu obrigado a largar o estereótipo de “Hamlet em versão indie punk rock”, como ele mesmo definiu, por dois fatores:  o desejo de atingir maior comercial na carreira e a natural rejeição de diretores de Hollywood por um ator que parecia fadado a interpretar “jovens alternativos”.

“Foi quando eu soube que os anos 90 tinham acabado. Eu tinha apenas 30 anos e fui deixado de lado. Todos os meus amigos iam fazer um teste para O Resgate do Soldado Ryan (de Steven Spielberg). E eu não pude nem fazer uma audição para o filme, porque eles me conheciam e já sabiam que não me queriam. No teste, eles liam cenas de Noites Calmas, que era um filme que eu tinha feito e, aparentemente, Spielberg amava. Mas ele mesmo não queria que eu fizesse um teste”, contou Ethan Hawke.

Ethan Hawke  (Foto: FANNY LATOUR-LAMBERT)

Hawke precisou bater de porta em Hollywood, pedindo novas oportunidades. Ele acabou acolhido por duas pessoas em especial, Denzel Washington e o diretor Antoine Fuqua. O resultado da aproximação foi Um Dia de Treinamento, um filme de grande sucesso de bilheteria e que rendeu a Hawke uma indicação ao Oscar – algo que não representa uma frustração em sua vida.

“Uma vez eu  entrevistei Patti Smith e perguntei sobre honrarias e ela disse: “Eu quero ganhar todos os prêmios!”. Eu adorei a resposta. (…). Mas Patti Smith se sente bem com seus prêmios porque ela ganhou todos eles fazendo seu próprio trabalho à sua maneira. (Richard) Linklater não está em conflito sobre ganhar um prêmio para Boyhood. Esse é o trabalho da vida dele! F…”, refletiu.

+ Ethan Hawke e outros astros estrelam campanha primavera/verão 2015 da Prada

+ Corrupção e ideologia: policial ‘Dia de Treinamento’ vira série de TV

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários