Como fazer seus filhos comerem corretamente durante o verão – GQ

13

Com um verão quente como há muito não se via, os pais precisam colocar atenção redobrada na alimentação dos filhos. Por isso o bate-papo de hoje é com Erica Schattka, nutricionista da SuperPrix, empresa especializada em segurança alimentar. “É importante que, durante o verão, os pais priorizem alimentos saudáveis, leves e ricos em água para as crianças”, diz.

+ 12 dicas para acertar sempre que for escolher seus alimentos
+ 2019 é o ano para comer menos carne, segundo o Fórum Econômico Mundial

Alimentos no decorrer do dia

“Para alimentação, o recomendado é que se ofereça comida às crianças de três em três horas. Mas ao longo de todo o dia, para fugir da desidratação, vale a pena dar bastante líquido, como sucos naturais, água e água de coco.”

A quantidade certa de água

“O recomendado é de 1,7 litros para crianças. Já adolescentes podem tomar de 2 a 3 litros.”

Verduras e legumes

“O ideal é que os pais apostem em pratos coloridos para chamar a atenção da criança. Cortar os alimentos em pedacinhos pequenos, fazer uma decoração com verduras e legumes e usar forminhas de animais para servir a comida também são ótimas estratégias em caso de rejeição, já que as crianças comem com os olhos.”

Evite a qualquer custo

“Evite alimentos muito gordurosos, industrializados. Em praias, por exemplo, fuja daqueles alimentos mais perecíveis como sanduiches com maionese, cachorro quente e camarão, pois no calor eles podem estragar com mais facilidade e provocar uma infecção intestinal nas crianças. Também evite ao máximo bebidas como refrigerantes, pois elas favorecem a desidratação.”

Quando um nutricionista deve ser procurado?

“Quando a criança estiver acima ou abaixo do peso; quando ela se negar o tempo todo a comer alimentos saudáveis; e principalmente quando os hábitos ruins estiverem muito enraizados.”

Para ler com os pequenos

“Sugiro ler O que tem no prato do seu filho? Um guia prático de nutrição para os pais, da Editora Alles Trade.”

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários