Como os super ricos que frequentam o Monaco Yacht Show estão ajudando a salvar os oceanos – Notas – Glamurama

4

Donos de iates se unem em prol da conservação dos oceanos || Créditos: Getty Images

Um dos eventos mais exclusivos do mundo, o Monaco Yacht Show já pode ser considerado uma das mais importantes iniciativas na luta pela preservação dos oceanos. O motivo por trás disso está no valor que se arrecada sempre que multimilionários e bilionários de todo o mundo se reúnem na cidade-estado da costa mediterrânea da
França para celebrar o começo dos trabalhos da feira anual voltada ao universo dos mega-iates, na qual os donos das maiores embarcações costumam se destacar também abrindo a mão em prol da causa marinha.

Ocasião mais do que especial, a abertura do yacht show deste ano contou, como sempre, com a presença do príncipe Albert, além de celebridades como o casal Katy Perry e Orlando Bloom, e as tops brasileiras Alessandra Ambrosio e Isabeli Fontana. Mas o centro das atenções do gala beneficente foi mesmo o leilão promovido pela
Prince Albert II of Monaco Foundation a fim de arrecadar fundos para ONGs de várias partes do planeta que atuam na conservação dos mares.

Entre o que foi oferecido no martelo, foram disputados lance a lance o primeiro barco de luxo totalmente alimentado com eletricidade da história e a chance única de uma cavalgada com ninguém menos que Madonna, entre outras excentricidades. O importante é que, feitas as contas, mais de US$ 27 milhões (R$ 100,5 milhões) foram levantados e irão direto para as contas das entidades internacionais.

Isso sem falar que muitos dos bilionários presentes no evento – que aconteceu no final do mês passado – ainda se comprometeram a aderir a um programa que visa diminuir a emissão de resíduos químicos e de combustíveis gerados por barcos de lazer. O italiano Ernesto Bertarelli, dono da gigante farmacêutica Serono, foi um deles: sua próxima temporada a bordo do “Vava 2”, de 97 metros, será totalmente “green friendly”. (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários