Conheça o lado paterno de Nelson Mandela – GQ

11

Nelson Mandela completaria 100 anos se estivesse vivo hoje, 18 de julho. O ativista, filántropo e primeiro presidente negro da Africa do Sul foi conhecido por unir seu país, lutar contra o regime de segragação apartheid  (que separava negros e brancos na Africa do Sul até 1994). E ser “pai” de uma nação deu trabalho. Tanto é que seus filhos não tinham muito espaço em sua vida.

Madiba, como era conhecido o líder sul-africano, passou por três casamentos. Primeiro com Evelyn, em 1954, depois com Wini, em 1958, e por fim, com Graça, em 1998. Desses relacionamentos ele teve 6 filhos: Madiba Thembekile Mandela (nascido em 1945), Makaziwe (falecido em 1948 com nove meses), Magkatho (nascido em 1950, morto em 2005), e Pumla Makaziwe Mandela, de 64 anos, que já falou sobre a tensão e o estresse de perder seus irmãos e ter um pai carismático cuja devoção à justiça e à igualdade vinha antes da família.

“Tenho certeza que agora, em seus anos de crepúsculo, ele olha para trás e diz: ‘eu poderia ter feito isso de forma diferente'”, disse  a filha mais nova e Nelson Mandela em entrevista à CBS em 2013, poucos meses antes da morte de seu pai.

“Ele tem arrependimentos na vida, principalmente sobre sua família. Ele não estava lá como pai. Ele tentou da melhor maneira que pôde quando saiu da prisão. Mas você entende que meu pai saiu da prisão e foi engolido mesmo antes de se tornar presidente. Ele nunca teve tempo para realmente ser pai”, acrescentou Makaziwe.

Em sua autobiografia Long Walk to Freedom, Nelson Mandela escreveu melancolicamente sobre sua incapacidade de cumprir seu papel como marido de Winnie Mandela durante seu período na prisão, que terminou em 1990. O casal se divorciou em 1996. Ele se casou com Graça Machel, ex-primeira dama de Moçambique, dois anos depois. “Quando sua vida é a luta, como a minha, há pouco espaço para a família. Esse sempre foi o meu maior arrependimento e o aspecto mais doloroso da escolha que fiz”, escreveu Madiba.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários