Cristiano Ronaldo é o atleta mais bem pago do Instagram – GQ

11

Cristiano Ronaldo em foto no Instagram (Foto: reprodução/instagram)

Você nunca mais verá os posts de Cristiano Ronaldo no Instagram da mesma forma após saber o quanto eles valem. Com mais de 176 milhões de seguidores, o português cobra 874.361 mil euros (cerca de R$ 3,67 milhões) por cada #publi despejado na nossa timeline. O valor faz dele o atleta mais rico da rede social.

As informações são do site Hopper, conhecido pelo trabalho de gerenciamento estatístico das redes sociais. Segundo a página, o segundo colocado deste ranking é Neymar, com faturamento de 647.417 mil euros pelo mesmo tipo de publicação paga. O argentino Lionel Messi fecha o pódio, com 647.417 mil euros.

No top 10 publicado pelo ranking, os jogadores de futebol sobram, ocupando oito colocações. Os únicos intrusos são Lebron James, astro da NBA, com 647.417 mil euros por publicação, e o indiano Virat Kohli, estrela do críquete capaz de faturar 175.753 mil euros em aparições isoladas na rede social. Confira abaixo o top 10:

1° Cristiano Ronaldo (Real Madrid): 874.361 mil euros (R$ 3,67 milhões)

2º Neymar (Paris Saint-Germain): 647.417 mil euros (R$ 2,7 milhões)

3º Lionel Messi (Barcelona): 581.061 mil euros (R$ 2,4 milhões)

4ºDavid Beckham (x-jogador): 320.121 mil euros (R$ 1,34 milhão)

5º Lebron James (basquete – Los Angeles Lakers): 243.902 mil euros

6º Ronaldinho Gaúcho (ex-jogador): 229.555 mil euros (R$ 1,02 milhões)

7º Gareth Bale (Real Madrid): 195.480 mil euros (R$ 819 mil)

8º Ibrahimovic (Los Angeles Galaxy): 179.340 mil euros (R$ 752 mil)

9º Virat Kohli (jogador indiano de críquete):175.753 mil euros (R$ 776 mil)

10º Luis Suarez (Barcelona): 164.992 mil euros (R$ 691 milhões)

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários