Depois de encontro com Dalai Lama, bilionário doa R$ 378 mi para universidade dos EUA estudar a compaixão – Notas – Glamurama

6

T. Denny Sanford e o Dalai Lama || Créditos: Reprodução

Há quem diga que um encontro com o Dalai Lama pode mudar a vida de uma pessoa. E no caso do bilionário americano T. Denny Sanford, que em 2017 se reuniu a portas fechadas com o chefe de estado e líder espiritual do Tibete, tal mudança veio na forma de alguns dígitos a menos em sua conta. Glamurama explica: Sanford, que fez fortuna no segmento de cartões de crédito dos Estados Unidos, acaba de doar US$ 100 milhões (R$ 378 milhões) para a University of California San Diego a fim de que a instituição de ensino inicie um programa de pesquisas sobre temas como empatia e compaixão.

Em uma nota para a imprensa, Sanford disse que o que levou a abrir mão de tanto dinheiro para uma causa tão inusitada foi o tête-à-tête que teve dois anos atrás com o Dalai Lama, cujo interesse por tudo que faça a ligação entre a ciência é a fé é notório. “Ele me proporcionou a chance de ver como a bondade e o humanismo podem mudar o mundo para a melhor, e resolvi investir nisso”, explicou o bilionário de 83 anos.

Sanford, que já gastou mais de US$ 1 bilhão (R$ 3,78 bilhões) com filantropia, também deu o que falar há alguns anos quando criou um curso exclusivamente para ensinar as pessoas sobre a melhor maneira de pedir dinheiro aos mais ricos, seja para o próprio benefício ou o de terceiros. Dono de um patrimônio estimado em US$ 2,5 bilhões (R$ 9,45 bilhões), ele também já avisou que pretende doar tudo para a caridade até o fim da vida. (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários