Depois de Nova York e Paris, Samuel de Saboia abre primeira individual no Brasil – GQ

31

“Como jovem, negro e bissexual, sou um corpo político”, a afirmação é Samuel de Saboia, artista recifense de 21 anos que abre nesta quinta-feira sua primeira individual no Brasil, Guardiões, depois de expor em Lisboa, Nova York e Paris.

+Instituto de Arte de Chicago libera uso de mais de 53 mil obras de arte
+7 ícones da arte para seguir no Instagram

Samuel de Saboia (Foto: Divulgação)

Filho de pastores, Samuel começou a se interessar pela arte aos 12 anos, quando seus pais pensavam que ele pudesse estar possuído por forças malignas, “a arte sempre foi espiritual para mim”.

Samuel de Saboia (Foto: Divulgação)

Em Guardiões, exposição com curadoria de Ana Carolina Ralston, ele remete às criaturas que caminham entre a luz e a sombra, chamadas de anjos no Novo Testamento. “Se os anjos não possuem sexo, porque nós precisamos estabelecer um?”, questiona ele.

Samuel de Saboia (Foto: Divulgação)

Além de telas com as pinceladas “repentinas, explosivas e voluntariosas”, segundo Ralston, ele apresenta esculturas de cerâmica fria.

Guardiões, de Samuel de Saboia
Abertura: 31 de janeiro, quinta-feira, a partir das 19h
Período expositivo: 01 de fevereiro a 23 de março
Local: Emmathomas Galeria
Endereço: Alameda Franca, 1054, Jardim Paulista
Visitação: segunda a sexta-feira, das 11h às 19h e sábado de 11h às 15h

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários