Do divã ao salão – Central da Pauta

3

Crédito: Escaesco Comunicação

O compromisso é inadiável. Poucos acontecimentos são capazes de cancelá-lo. O horário é agendado, mas a saída, por sua vez, vai depender do quanto a Clícia Soares, empresária, se aprofundou nas reflexões que a Elisângela Andrade, cabeleireira dela, está acostumada a ouvir. Foi no salão de beleza que a paulista conseguiu reverter um problema sério de queda de cabelo.

Quando chega ao salão, Clícia escolhe entre o procedimento de hidratação capilar, o corte de cabelo, a escova ou a pintura das madeixas, mas, no fundo, o que mais busca, e que não está descrito na nota fiscal do serviço, é a escuta atenciosa da profissional da beleza que encara o atendimento como um momento terapêutico e de autoconhecimento para a cliente. “Venho para o salão e saio me sentindo bela não só por fora, mas por dentro também. A acolhida fez toda a diferença no tratamento para a minha queda de cabelo. Além das sessões periódicas, a Elisângela fez com que eu ficasse à vontade, e acredito que a segurança emocional tenha contribuído para a reversão do quadro”, conta Clícia.

Ela não é a única. Na rotina de atividades de Elisângela, as confissões são comuns. “Não sou terapeuta formada e nem passei por uma graduação em Psicologia, mas entendo que estar disposta a ouvir o próximo é uma forma de amá-lo, e de fazer com que, muitas vezes, de frente para o espelho, e sob os nossos cuidados, ele encontre respostas”, conta a hair stylist.

Os assuntos são diversos: problemas no casamento, acúmulo de tarefas, obrigações para com a família, conflitos profissionais e discussões com as amigas. Conselhos, só quando solicitados. “Essa parte é interessante. A gente percebe quando a cliente quer ouvir a nossa opinião ou quando fala porque simplesmente precisa falar. Precisamos de sensibilidade para identificar qual é a necessidade dele e, mais ainda, de responsabilidade para emitir qualquer posicionamento”, disse Elisângela.

A profissional da beleza é adepta dos produtos da Oceano Aromas, que lançou a linha Spa Therapy – Meu Momento. O tratamento está conquistando o mercado brasileiro ao combinar a utilização dos cosméticos com a aplicação personalizada, que reúne técnicas de massoterapia e aromaterapia, além de um atendimento diferenciado ao cliente. “Precisamos visualizar o cliente de maneira integral. Ele merece muito mais do que apenas mudanças estéticas. Nós temos o dever de deixá-lo melhor, por fora e por dentro também”, conta o fundador da empresa, Carlos Peixoto.


Escaesco Comunicação


​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários