Em nova coleção, Zerezes olha para o millenial adulto – GQ

16

Rodrigo Simas estrela ‘Archt’, a nova campanha da Zerezes (Foto: Pedro Bucher | Styling: José Camarano | Direção criativa: Hale.ag)

Fatos são fatos: os millenials cresceram. Mais que isso, estão amadurecendo rapidamente. A  geração, que representará 46% da força de trabalho brasileira até 2020, vai hoje dos 21 aos 38 anos – e em breve entrarão nos 40. Foi mirando nesse recorte que, como uma fotografia, a marca de eyewear Zerezes preparou sua nova coleção.

Batizada Archt, a linha busca acompanhar esse momento dos millenials, com produtos que seja confortáveis, encantadores e duráveis. Ao todo serão três óculos, feitos por um pequeno fornecedor brasileiro, descendente de franceses e cheio de segredos, mestre dos polimentos e atento aos menores detalhes. O nome Archt vem da adaptação da palavra ‘oito’ em alemão (acht), uma referência ao oitavo princípio do Good Design – um manifesto, também conhecido como os “10 mandamentos do Design”, criado em 1970 por Dieter Rams, que viveu e marcou a história do design no mundo.


Rodrigo Simas estrela ‘Archt’, a nova campanha da Zerezes (Foto: Pedro Bucher | Styling: José Camarano | Direção criativa: Hale.ag)

Para estrelar a campanha, a Zerezes convidou o ator Rodrigo Simas, um millenial que, segundo a marca, representa o desafio de se vestir, se diferenciar e fazer tudo isso sem deixar suas crenças de lado.


‘Archt’, a nova coleção da Zerezes (Foto: Pedro Bucher | Styling: José Camarano | Direção criativa: Hale.ag)

A coleção Archt já está disponível nas cinco lojas da label no Rio – na Rua da Assembleia, no Rio Sul, na Rua Visconde de Pirajá, no Shopping Leblon e no Rio Design Barra.


Rodrigo Simas estrela ‘Archt’, a nova campanha da Zerezes (Foto: Pedro Bucher | Styling: José Camarano | Direção criativa: Hale.ag)

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários