Em passagem pelo Brasil, Olivier Rousteing fala sobre confiança e moda masculina – GQ

21

Olivier Rouesting (Foto: Iude)

Se você ainda não conhece Olivier Rousteing, aqui vai um breve resumo: nasceu em Bordeaux, cidade às margens do rio Garonne, no sudoeste da França; foi deixado em um orfanato com sete dias de vida e adotado aos 5 meses; filho de Bruno-Jean e Lydia, cresceu em uma família branca e sofreu bons bocados por isso; por gostar de moda, também. No colégio, ouvia comentários de colegas dizendo que, se gostava de moda, era gay. E, no caso de Olivier, eles tinham razão. Ainda bem.

Olivier se formou na escola francesa de moda ESMOD em 2003 e se mudou para a Itália para trabalhar como assistente de Roberto Cavalli, o que lhe deu uma veia mais comercial e audaciosa. Em 2009 entrou na Balmain – onde está até hoje – e, acredite se quiser, dois anos depois, com apenas 25 anos, assumiu a direção criativa da label. Desde Yves Saint Laurent, que aos 21 anos assumiu a Dior, nunca alguém tão novo havia alcançado a função de dirigir uma marca tão tradicional. Brilhante! De 24 para 150 milhões de euros anuais lucrados. Brilhante é a palavra.

+ Airon Martin: “Trago um Brasil que não é definido apenas por estampas florais”
+ O varejo da moda no Brasil mostra sinais positivos em julho
+ Matthew Williams está chamando a atenção do mundo da moda; entenda

E de brilho, Rousteing entende. Foi em setembro de 2011, durante a semana de moda parisiense, que o designer apresentou sua primeira coleção ao público. Brilho não faltou desde então. Nem coragem, sexyness, ousadia, esforço, criatividade, vontade, convicção e, o mais importante, confiança. Na tarde da última segunda-feira (26), me encontrei com Olivier na recém-inaugurada loja da marca fundada por Pierre Balmain em 1945 no shopping Cidade Jardim, em São Paulo (a primeira na américa-latina, inclusive). Logo de cara ele solta: “Não se pode ser sexy sem antes ser confiante. A Balmain é sobre não ter medo de julgamentos.”


Balmain Spring Summer 2012 (Foto: Getty Images)

+ Saiba quem é o modelo brasileiro que está na nova campanha da Balmain
+ Balmain – Semana de Moda de Paris verão 2017

Gentil, educado, elegante e de uma beleza absurda. De frente para mim e outros três colegas jornalistas, olhava a todos diretamente nos olhos. Na minha primeira pergunta, o questionei sobre o que acha do mercado masculino atual, que passa por um momento mais divertido e ousado. “Você acha que está ousado?”, me questionou. “Na moda masculina, diferente da feminina, ainda tem muito o que ser feito”. Mas acabou concordando comigo.

Amigo de celebridades como Kim Kardashian, Kylie Jenner, Rihanna e Neymar, foi para o cantor Kanye West que ele se declarou. “Kanye foi um dos primeiros que me deu suporte e esteve ao meu lado. Inspira diversas gerações e as vezes as pessoas esquecem que ele foi o primeiro a fazer o que muitos fazem hoje”, disse. Atualmente o francês veste o mundo com suas modelagens estruturadas e audaciosas. O único que ainda não caiu em suas graças foi Barack Obama. “Eu adoraria vê-lo usando minhas criações. Talvez com um paletó alinhado preto de abotoamento duplo”.


 Kanye West, Kim Kardashian e Olivier Rousteing  (Foto: Getty Images)

Em passagem pelo Brasil, ele se mostra encantado e diz estar se divertindo. Na noite do último dia 26, rolou um festão. Clientes da marca e diversos fashionistas dançaram ao som vintage e delicioso de Johnny Luxo e Zé Pedro. Até o que o furacão Anitta chegou. Conhecida por gostar de uma boa festa, depois de cantar os seus maiores hits, a popstar atacou de DJ e deixou o público animado até quase às 3h da madrugada.

Olivier deixa um conselho aos novatos: “Seja você mesmo. É melhor ser odiado pelo o que você é do que ser amado pelo o que você não é”. Verdade. O talento é certo, assim como a pompa de quem sabe o que está dizendo e fazendo. Olivier Rousteing, definitivamente, nasceu para brilhar.


Olivier Rouesting e Anitta (Foto: Iude)

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários