Essa relíquia do automobilismo francês pode ser sua (não por menos de R$ 500 mil) – GQ

9

Em 1984, os franceses Claude Poiraud e Gérard Godfroy decidiram competir com a indústria de supercarros fundando a sua própria fabricante automotiva: a Venturi. O primeiro carro foi levado às ruas em 1986, mas foi anos mais tarde, em 1992, que a dupla apresentou sua obra mais empolgante até então, o 400 GT.

Na época, o exclusivo 400 GT era o automóvel mais potente já feito na França. Foi o primeiro carro de produção a padronizar o uso de freios de cerâmica de carbono e ainda contava com um bi-turbo V6 feito em conjunto por Peugeot, Renault e Volvo, 400 cavalos de potência, velocidade máxima de 290 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos. Considerando que ele pesava 225 kg a menos do que sua principal concorrente, a Ferrari F355, o desempenho era nada menos que impressionante.

+ Os novos elétricos: você terá um carro híbrido num futuro próximo
+ Os 4 carros perfeitos para cada estação do ano

Venturi 400 GT (Foto: Divulgação)

Pois bem. Há um desses à venda. Trata-se, na verdade, do 25º Venturi já construído e um dos únicos 76 modelos convertidos para corrida. Em 1995, esse carro recebeu uma nova pintura do artista Jean-Yves Lacroix, inspirado no perfume “Pasha De Cartier” da Cartier. Depois de anos de pista, ele foi convertido novamente para respeitar as especificações de estrada. Desde então, foi bem preservado e regularmente revisado.]

Venturi 400 GT (Foto: Divulgação)

Caro você queira ele na sua garagem, prepare-se para abrir a carteira. O carro será leiloado em 6 de fevereiro pela RM Sotheby’s e deve custar entre algo entre US$ 137 mil e US$ 228 mil (ou algo entre R$ 520 mil e R$ 860 mil).

Venturi 400 GT (Foto: Divulgação)
Venturi 400 GT (Foto: Divulgação)

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários