Este bizarro cenário de contos de fada é o maior elefante branco da Turquia – GQ

11

Em países que passaram por recessões nas últimas décadas – como Estados Unidos, Brasil e Espanha – a imagem de construções abandonadas costuma virar um símbolo físico de suas dificuldades econômicas. Na Turquia, é a mesma coisa. A diferença? Entre seus prédios abandonados, estão estas curiosas colunas de chateaus no estilo europeu, deixadas à própria sorte.

Trata-se de Burj Al Babas, uma cidade fantasma de centenas de ‘vilas’ com ares de filme Disney, instalada nas montanhas da província de Bolu, no norte do país. O projeto residencial e turístico foi planejado para atrair capital estrageiro – um bom bocado dele, vale dizer. O preço de um lote de 325 m² varia entre US$ 370 mil and US$ 530 mil, segundo aponta a Bloomberg.

Burj Al Babas, na Turquia (Foto: Reprodução / Facebook)

A construção, capitaneada pelo grupo imobiliário Sarot Property e cujas despesas chegam a US$ 203 mi, começou em 2014. Mas os planos desandaram ao mesmo tempo que a economia turca dava sinais de desaceleração: o país enfrenta um mercado imobiliária desaquecido, instabilidade política e uma taxa de inflação que chegou ao pico de 25% em dezembro.

+ Você nunca ficará sem sinal telefônico na mansão mais cara de Boca Raton
+ Elon Musk coloca à venda mansão high-tech avaliada em US$4,5 milhões
+ Sagrada Família de Gaudí foi construída por 136 anos sem permissão da prefeitura

“O setor da construção tem sido um motor da economia turca sob o governo de Erdogan, que presenciou crescimento acima da média global desde que chegou ao poder em 2003”, reporta a AFP. “Mas o setor recuou 5,3% ano a ano no terceiro trimestre de 2013”. 

No fim das contas apenas 587 castelos foram erguidos, e compradores – vindos do Qatar, Bahrain, Kuwait, Emirados Árabes e Arábia Saudita – abocanharam algo na casa de 300 deles antes da Sarot declarar falência sob o peso de 27 milhões de dólares em dívidas. O projeto deveria contar com 732 edificações, incluindo banhos turcos, piscinas, shopping center e uma mesquita.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários