Este catamarã elétrico pode rodar o mundo sem precisar ser reabastecido – GQ

7

Se você já passou um tempo olhando para imagens de divulgação de cruzeiros, embarcações de luxo e afins, já deve ter reparado em um elemento em comum: céus brigadeiros, um sol à pino queimando o cais. Paisagens idílicas em meio a um mar cristalino. E aí você tem essas imagens deste catamarã da Solarimpact Yacht: as linhas negras futuristas são um destaque incomum, assim como o design, que lembra menos destinos ideias de veraneio e mais um episódio de Black Mirror.

Mas veja só: no caso o sol cumpre uma função. Este barco é um veículo elétrico, afinal, movido por um conjunto de painéis solares instalados no teto e alimentado por um conjunto de baterias. Um motor duplo de 500 kW permite que a embarcação alcance até 22 nós. Quando o assunto é conforto, são três níveis e um total de 220 m², laém de um salão de 100m² com vista 360º. A marca garante que é um passeio silencioso e resistente à movimentação do oceano. Este último  item é essencial para ajudar a garantir uma autonomia mais previsível – um problema em alto-mar que não acontece sobre o asfalto, ao menos não na mesma escala.

De todo jeito, a fabricante suiça garante que o modelo é auto-suficiente, e é capaz de rodar o mundo sem precisar parar para reabastecer.

 (Foto: Divulgação)

O catamarã foi apresentado no início deste mês no Cannes Yatching Festival, mas ainda está para ser levado a público em ‘carne e osso’ – visitantes da feira puderam visitá-lo apenas em uma aplicação de realidade virtual. Não há da

+ O barco mais veloz do Brasil estará em exposição em SP esta semana
+ Mercedes-Benz revela o EQC, parte de investimento de US$ 12 milhões em modelos elétricos

Modelos movidos por combustíveis fósseis dominam o atual mercado de luxo – a não ser, claro que você opte por uma das mais velhas tecnologia de emissão zero: a vela. Mas a Solarimact não é a única a navegar nesse mar: outros modelos, como o Q-30 da Q-Yachts, o Elektra da inglesa Patterson Boatworks  – e há até híbridos, como esse projeto da Porsche.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários