Estes são os 11 carros mais caros do mundo em 2019 – GQ

12

Bem-vindos ao mais seleto clube do motor, ao que todos gostariam, mas pouquíssimos podem pertencer. É o limitadíssimo grupo dos que adquirem veículos contemporâneos cujo preço supera a marca de um milhão – de euros – e pode alcanças… bem, melhor que descubra por si próprio.

Alguns foram concebidos como protótipos, outros pertencem a edições limitadíssimas e a maioria é extravagante por sua exclusividade. De qualquer forma, todos são confessos objetos de desejo e este é o 11 11 dos carros mais caros do mercado.

11. Zenvo TS1


Zenvo TS1 (Foto: © D. R.)

Superesportivo que comemora o décimo aniversário da marca dinamarquesa, é um dos carros mais rápidos com licença para circular por uma rodovia. Alcança velocidade máxima de 372 km/h, tem um motor central traseiro V8 com uma cilindrada de 7.000 cc e com potência de 1.163 cavalos. Sua aceleração vai de 0 a 100 km/h em 3 segundos. A carroceria estreia novos acessórios aerodinâmicos como são o spptter posterior ou o novo splitter dianteiro, onde se inclui uma inscrição que faz alusão aos 10 anos da Zenvo. Ele é inteiramente fabricado em carbono e desenhado para melhorar a aerodinâmica.

Número de unidades: 15.
Preço: € 1.682.000 

10. Pagani Huayra BC


Pagani Huayra BC (Foto: © D. R.)

Seu nome vem do termo quéchua “huayra”, que significa vento, o que nos permite fazer uma ideia muito gráfica de sua vocação como superesportivo. É um veículo de dois lugares, com motor V12 biturbo central traseiro e carroceria coupé que acelera de 0 a 100 km/h em 2,94 segundos. Sua velocidade chega a 386 km/h. As iniciais BC da edição especial correspondem a Benny Caiola, famoso colecionador e primeiro proprietário de um Pagani. Toda a aerodinâmica do veículo se modificou profundamente em relação ao Huayra convencional para ganhar mais arrancada e eficiência contra o vento. O modelo recebe 60 cavalos a mais (supera os 750 CV) e conseguiu perder 32 quilos, graças aos aros 9 kg mais leves, um escape de titânio com 7kg a menos, suspensões construídas em liga de alumínio que reduz o peso em 25% do Huayea e uma nova fibra de carbono 50% mais leve que a convencional. O resultado, com 1,218 quilos, é um dos “hipercarros” mais ligeiros do mundo.

Número de unidades: 20.
Preço: € 2.300.000

9. Bugatti Chiron


Bugatti Chiron (Foto: © D. R.)

Superesportivo com motor central desenhado e desenvolvido como sucessor do Bugatti Veyron. Barizado com nome em homenagem ao piloto de Mônaco Louis Chiron, é provavelmente a interpretação mais moderna do DNA da Bugatti, assumindo sua nova linguagem de design. Seu estilo busca intencionalmente acentuar o aspecto esportivo do funcionamento do carro, pelo que os designers do modelo adotaram o lema “a forma segue o rendimento”. Seguindo a ideia do Bugatti Tipo 57SC Atlântico, esse novo conceito se caracteriza por suas superfícies extremamente generosas, marcadas por linhas bem pronunciadas. Por consequência, a maioria desses elementos têm um avanço técnico e foram desenhados para acentuar os rendimentos do Chiron até o limite. Conta com um motor W16 tetraturbo de 8 litros, possui uma estrutura de carroceria de fibra de carbono, suspensão independente e um sistema 4WD. Acelera de 0 a 100 km/h em menos de 1,8 segundo e sua velocidade máxima está limitada eletronicamente a 420 km/h por razões de segurança. Supõe-se que, sem essa limitação, estaria capacitado para chegar aos 463 km/h.

Número de unidades: 500.
Preço: € 2.400.000

8. McLaren P1 GTR


McLaren P1 GTR (Foto: © D. R.)

Trata-se da versão mais radical do superesportivo P1. O objetivo da marca é oferecer o melhor carro de pista disponível no mundo para pilotos não-profissionais. Possui um impressionante motor V8 biturbo de gasolina, de 3.800 centímetros cúbicos de cilindrada, combinado com um motor elétrico que o complementa em seu funcionamento híbrido. Alcança os 1.000 CV e esse impressionante poderio lhe permite acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2,4 segundos e obter uma velocidade final de cerca de 350 km/h. Ser proprietário de uma dessas máquinas inclui a participação em eventos de condução de alguns dos circuitos mais emblemáticos do mundo com suporte para veículos especializados. Também permite acessar simuladores de pistas da McLaren com treinamento de pilotos experts, que ajudaram a desenvolver e treinar os campeões da Fórmula 1

Número de unidades: 58.
Preço: € 2.420.000

7. Ferrari Pininfarina Sergio


Ferrari Pininfarina Sergio (Foto: © D. R.)

Carro conceitual apresentado em 2013 e criado como tributo a Sergio Pininfarina, presidente da companhia que leva seu nome por quatro décadas. É uma máquina de dois lugares, muito compacta e esportiva, que herda a base do 458 Spider e invoca o espírito das maiores conquistas de Pininfarina para a Ferrari dos anos 60 e 70. Oferece uma velocidade máxima de 320 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em menos de 3,4 segundos. Seguindo a tradição da marca, o modelo é fabricado apenas para clientes especiais. Como curiosidade de seu design, todas as peças técnicas de Sergio se concentram em partes escuras do veículo, deixando livres as partes pintadas de vermelho.

Número de unidades: 6.
Preço: € 3.000.000

6. W Motors Lykan Hypersport


W Motors Lykan Hypersport (Foto: © D. R.)

Nos encontramos com o primeiro superesportivo árabe, desenvolvido pela empresa de origem libanesa W Motors. Como nesse mercado tudo é dimensão, essa joia da coroa dispõe de um motor de seis cilindros boxer e 3,8 litros biturbo que acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e oferece uma velocidade máxima de 385 km/h. Mas o grande delírio da ostentação reside nos faróis de LED, cravado com 220 diamantes (ou qualquer outra pedra preciosa ou semipreciosa). Isso para ficar em um exemplo. Além disso, os assentos de fibra de carbono oferecem tapeçaria exclusiva cuidadosamente costurado em fio de ouro.

Número de unidades: 7.
Preço: € 3.175.000

5. Lamborghini Veneno Roadster


Lamborghini Veneno Roadster (Foto: © D. R.)

Esse superesportivo transporta a eficiência aerodinâmica de um protótipo dos circuitos de corrida às estradas convencionais. Se caracteriza por uma aerodinâmica otimizada que garante a estabilidade das curvas rápidas e um comportamento similar ao de um protótipo de corridas. Está equipado com um motor V12 aspirado de 6,5 litros, que alcança uma velocidade máxima de 355 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos. O Veneno representa a vanguarda do design inspirado na aeronáutica e se mantém fiel às linhas Lamborghini, com proporções extremas, como demonstra seu poderoso frontal em forma de flecha e os jogos de formas que alternam linhas afiadas como lâminas e superfícies rígidas.

Número de unidades: 9.
Preço: € 3.500.000

4. Aston Martin AM-RB 00


Aston Martin AM-RB 00 (Foto: © D. R.)

Resultado da colaboração entre o fabricante britânico e a escuderia Red Bull, esse modelo aspira a redefinir o conceito de hypercar. Foi concebido pelo talento do diretor técnico da equipe da F1, Adrian Newey. Apresenta um esguio esqueleto de fibra de carbono sobre o qual se colocou uma carroceria que agrega uma carga aerodinâmica ainda desconhecida em um carro de rua. Para isso, Newey desenhou a aerodinâmica buscando manter as quatro rodas bem fixas no asfalto, trabalhando especialmente com o fluxo de ar que percorre a carenagem inferior. Seu motor é um V12 de aspiração natural, desenvolvido para ser montado em posição central. Os números não foram divulgados, mas rumores afirmam que é capaz de manter sua relação peso/potência em 1:1.

Número de unidades: entre 99 e 150 (estimadas).
Preço: € 3.661.000

3. Koenigsegg CCXR Trevita


Koenigsegg CCXR Trevita (Foto: © D. R.)

Originalmente foi concebido pela marca sueca para ser uma edição limitada de três unidades. Entretanto, a fibra de carbono branca usada para o modelo (que apresenta uma capa finalizada em diamante) fez com que o modelo se tornasse extremamente difícil de fabricar e tomou-se a decisão de converter o carro em um objeto de desejo, ainda mais exclusivo, e limitar o número a apenas dois. Em seu interior ruge um motor V8 de alumínio biturbo que acelera de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos. Conta com um exclusivo spoiler traseiro de carbono duplo, sistema de escape inconell, freios de cerâmica de carbono com ABS, airbags, paddle-shift, cronógrafo de instrumentos, sistemas de infoentretenimento, de monitoramento de pneus e elevação hidráulica.

Número de unidades: 2.
Preço: € 4.506.000

2. Rolls Royce Sweptails


Rolls Royce Sweptails (Foto: © Cortesía de Rolls Royce)

Não apenas é o carro mais caro da atualidade, como é o carro mais caro jamais fabricado. O primeiro modelo (só existem 28) foi um pedido sob medido feito para um cliente mega VIP. Seu desenho é uma mescla de carro, avião privado e iate (as três grandes paixões de seu primeiro comprador).

O preço? 13 milhões de euros.

1. Bugatti La Voiture Noire.


Bugatti La Voiture Noire (Foto: © Cortesía de Bugatti.)

Com nada mais, nada menos que 1.480 cavalos de potência, esse superesportivo alcança os 400 quilômetros por hora graças a seu motor W16 de 8 litros (nada a invejar a um carro da F1). Com esse modelo, a casa italiana celebrou seus 110 anos em grande estilo e conseguiu o impensável: superar, em preço, o carro mais caro do mundo até o momento.

Seu preço: essa joia automobilística encontrou um comprador que pagou a bagatela de 16,7 milhões de euros. Uma pechincha!

*Matéria publicada originalmente na GQ España. Para conferir o material original, clique aqui.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários