“Estou em um momento mais mulher”, diz Laryssa Ayres – GQ

4

Prepare-se para ver Laryssa Ayres em breve no horário nobre da TV Globo. Após ganhar reconhecimento do público adolescente como Jéssica em duas temporadas seguidas de Malhação, a atriz interpretará a skatista Diana em “O Sétimo Guardião”, próxima novela das 21h da TV Globo, assinada por Aguinaldo Silva.

“Na sinopse da novela, a personagem era jogadora de futebol, mas acabaram trocando pelo skate – sem saberem da minha ligação com ele”, revela em entrevista à GQ Brasil. “Sou apaixonada por esportes. Surfo, malho e ando de skate, então foi uma tremenda coincidência positiva”, complementou.

+ Felipe Hintze não se rende aos padrões estéticos: “eu me amo”
+ “Fico feliz em saber que mulheres se inspiram em mim”, diz Cris Vianna

Larissa Ayres (Foto: Vinícius Mochizuki)

Sobre a responsabilidade de dividir cena com Carolina Dieckmann e Marcelo Serrado, seus pais na trama, em uma novela das 21h, ela minimiza: “Acredito que a Diana veio na hora certa, na minha melhor fase. Por mais que eu saiba da exposição do horário nobre, não procuro ficar pensando nisso e nem em algum status”, disse.

Aos 21 anos, no entanto, ela admite que amadureceu após Malhação- e a sua evolução pode ser constatada nas fotos de Vinícius Mochizuki, que ilustram a entrevista. “Adoro o trabalho do Vinícius, um amigo super talentoso. Posso dizer, sim, que estou em momento mais maduro e mais mulher”, disse.

Larissa Ayres (Foto: Vinícius Mochizuki)

Abaixo, você confere o papo na íntegra.

Laryssa, o que podemos esperar da Diana?

A Diana vem aí com muito a dizer. É um núcleo maravilhoso, uma trama muito rica, e está sendo um privilégio fazer parte dele. Vamos falar sobre assuntos que estão sendo muito discutidos como o machismo, representatividade, a questão das mulheres no esporte e na sociedade, e muito mais que vem por aí, em um texto cuidado com maestria pelo Aguinaldo. Tenho certeza que o público vai se identificar e curtir como eu estou curtindo.

Interpretar uma skatista é algo muito distante da sua realidade?

Na sinopse da novela, a personagem era jogadora de futebol, mas acabaram trocando pelo skate, sem saberem no início da minha ligação com ele. Sou apaixonada por esportes e pratico desde muito nova. Surfo, malho e ando de skate, então foi uma tremenda coincidência positiva. Claro que não sou profissional como ela, então tive que ter toda uma preparação. Desde que soube que iria fazer a personagem, faço aulas com o professor André Vianna no Rio.

Larissa Ayres (Foto: Vinícius Mochizuki)

Como está sendo contracenar com Marcelo Serrado e Carolina Dieckmann? Qual é a sensação de ser filha de atores que você cresceu assistindo nas novelas?

Maravilhoso! Carolina é um ícone na televisão com personagens que cresci assistindo, como em “Laços de Família”, e Marcelo um grande ator. De cara, desde as primeiras leituras, todo o meu núcleo se deu muito bem e teve muita química. Estou muito feliz e honrada de contracenar com todos eles. No geral, o elenco da novela é cheio de feras. Só tenho a aprender cada vez mais com todos eles, sem dúvida nenhuma. 

Muita gente se refere à Malhação como uma “grande escola de atores”. Como você analisa o seu trabalho como Jéssica (lembrada por muitos fãs como “doidinha”)?

Costumo dizer que jamais vou me esquecer de “Malhação”. A Jéssica passou por várias fases. Entrou como uma personagem pequena, que foi crescendo e ganhando seu espaço, o carinho do público, aos pouquinhos. Com isso, ficou mais uma temporada. Foi meu primeiro contato com a televisão. Vou levar pra vida o elenco, a equipe, o dia a dia… Tudo foi muito especial e com certeza a experiência vai me acrescentar muito agora em meu novo trabalho. O carinho dos fãs também é inexplicável. Eles me acompanham em tudo que eu faço até hoje.

Larissa Ayres (Foto: Vinícius Mochizuki)

No ensaio do fotógrafo Vinícius Mochizuki, você mostra uma nova faceta, mais sexy. Seriam retratos da sua nova fase como mulher?

Acredito que estou em uma nova fase, e minhas personagens, meu visual, simbolizam cada momento. Adoro o trabalho do Vinícius Mochizuki, um amigo super talentoso, e posso dizer, sim, que estou em momento mais maduro e mais mulher. Acho que só acrescenta para meu crescimento enquanto atriz, também.

E como atriz, como você definiria o seu momento? Já caiu a ficha que você agora é uma “estrela do horário nobre da Globo”?

Acho que as personagens vão crescendo comigo e amadurecendo. Acredito que a Diana veio na hora certa, na minha melhor fase. Por mais que eu saiba da exposição do horário nobre, não procuro ficar pensando nisso e nem em algum status. Procuro fazer o meu melhor, estudar pra desempenhar o meu trabalho. Quero exercer o meu ofício, como sempre fiz. E me sinto mais que honrada por terem me dado a responsabilidade de dar vida à Diana.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários