“Estou realizado pelo fato de ter me tornado uma esperança e um orgulho para a minha família”, diz Ronald Sotto – GQ

8

Ronald Sotto: “Meus primos agora me olham e pensam: ‘Caraca, se ele pode estar lá também posso’. Nada é impossível na vida” (Foto: Alexandro Adds / Divulgação)

GQ Brasil: Você foi descoberto através do Instagram. Já tinha pensado em atuar?
Ronald Sotto: Até o ano passado estava trabalhando como modelo, com metas de viagem. Esse era meu objetivo, queria viver disso morando fora. Me chamaram para participar do processo seletivo para a Malhação. Avisei que não tinha experiência, que nunca tinha feito teatro. Só fui.

+ Bruno Peixoto, de “Malhação”, aborda gravidez adolescente nas telas
+ Gabriella Mustafá minimiza o status de atriz: “sou uma jovem normal”
“Acho fundamental o brasileiro se reconhecer nas telas”, diz Rosanne Mulholland

GQ Brasil: O que mudou na sua vida desde a Malhação: Toda Forma de Amar?
Ronald Sotto: Mudou muita coisa porque vim de uma família muito humilde e as paradas aconteceram muito rápido. Não avisei para ninguém durante o processo seletivo, nem a minha mãe. Fui pedindo dinheiro de passagem e falava que ia fazer outra coisa. Quando descobri que estava no elenco, foi um baque para todo o mundo. Mudou tudo, porque meus primos agora me olham e pensam: “Caraca, se ele pode estar lá também posso. Nada é impossível na vida. O cara estava aqui com a gente ontem e agora está na televisão”. Estou realizado pelo fato de ter me tornado uma esperança e um orgulho para a minha família.

Ronald Sotto: “Vim de uma família muito humilde e as paradas aconteceram muito rápido. Quando descobri que estava no elenco, foi um baque para todo o mundo” (Foto: Alexandro Adds / Divulgação)

GQ Brasil: O que mudou nas suas redes sociais depois da estreia na TV?
Ronald Sotto: Meu Instagram é um negócio de louco. Tinha dois mil e agora tenho 30 mil seguidores. Não esperava. Tento responder a todo o mundo para tentar tirar a curiosidade. Está sendo muito irado, é muita gente pedindo para tirar foto. “Como assim?”, me perguntam. “Cara, também não sei”, respondo. Estou até me policiando para não ficar expondo muito porque não sei do que as pessoas são capazes, tem gente maldosa que não consegue diferenciar o personagem do ator.

GQ Brasil: Sobre esta temporada de Malhação, você postou: “São 24 jovens que morrem todos os dias, em sua maioria negros. É isso que nós queremos passar, é isso que eu estou vidrado”. Fale sobre isso…
Ronaldo Sotto: Antes de assistir a um vídeo que o nosso diretor [Adriano Melo] mostrou para todo o elenco, pensava que era uma Malhação do tipo ‘quem vai fazer o quê, e quem vai ficar com quem’. Mas vai muito além disso. Depois do vídeo, abriu a mente. Tem muita, mais muita coisa a ser tratada como homofobia, violência contra os jovens etc.

Styling: Betto Gomes / Beleza: Désirée Figueiredo / Produção de Moda: Coletivo Moda IN  – Laila Miranda, Rafaela Cascaes e Júlia Kronemberger / Direção de Arte: Wellington Himotto

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários