Estúdio inglês lança iniciativa que usará games para explorar distúrbios psicológicos – GQ

10

Cena de Hellblade (Foto: Divulgação)

Se você está procurando uma abordagem delicada e complexa sobre transtornos psicológicos, tem um game de ação sobre nórdicos, assombrações e espadas gigantes te esperando. Hellblade (de 2017) é o nome, e os ingleses da Ninja Theory, os talentos por trás da aventura. No decorrer do jogo, você controla Senua, uma guerreira que luta tanto contra inimigos reais quanto contra os efeitos de sua psicose.

+ Novo game fitness da Nintendo envolve novos controles e um dragão bodybuilder
+ Lista GQ: 5 games para se sentir no espaço

E o que inspirou um dos projetos independentes mais interessantes dos últimos anos agora se transforma no The Insight Project, uma iniciativa que casa experiências interativas e pesquisa de ponta com o objetivo de criar novas soluções terapêuticas baseadas em games.

A ideia é uma espécie de continuação do trabalho que o estúdio realizou junto com especialistas durante o desenvolvimento de Hellblade. A parceria com a fundação de pesquisas clínicas Wellcome Trust vai unir tecnologia, game design e neurociência com o objetivo de atender pacientes com quadros diversos. E, sim, você adivinhou: a ideia é que suas criações também sejam divertidas, além de terapêuticas.

Por ora, o projeto é só isso: um projeto. Ainda não há nada concreto para mostrar. Mas se você quiser ter uma ideia de algo que o time desenvolveria, Paul Fletcher, professor de neurociência de Harvard e parte da iniciativa, exemplifica ao site The Verge: quem sofre de ansiedade geralmente apresenta sintomas físicos como batimento cardíaco acelerado ou transpiração. Tudo isso poderia afetar o ambiente de jogo, talvez um mar digital, como se fossem comandos. “Você está em um barco e, para navegar com sucesso até um alvo, é preciso manter o mar o mais calmo possível“, diz Fletcher. “Daí o que acontece é que você precisa manter o controle de seu estado fisiológico – e daí é possível aprender como lidar com os aspectos físicos da emoção”.

Acompanha tudo de GQ? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais,o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários