Ex-advogado que revelou acordo para delatar Trump nesta quarta terminou o dia em grande estilo – Notas – Glamurama

7

Michael Cohen || Créditos: Getty Images

O personagem que dominou o noticiário político nos Estados Unidos nesta quarta-feira, causando até conversas sobre um possível impeachment de Donald Trump, terminou o dia jantando em um dos restaurantes mais exclusivos de Nova York, o Le Bilboquet. Michael Cohen, que durante anos foi advogado e amigo pessoal do presidente americano e acaba de fechar um acordo de delação para entregar o que sabe sobre o possível envolvimento do ex-cliente poderoso em crimes, surpreendeu os clientes do hotspot que baixaram lá na noite desta quarta ao chegar no local sozinho e seguir para uma mesa muito bem localizada como se nada tivesse acontecido.

Quem viu a cena garante que ele não estava nem aí para os olhares arregalados que atraiu, e passou a maior parte do tempo enviando mensagens pelo celular. Entre outras coisas, Cohen se declarou culpado às autoridades americanas de ter pago pelo silêncio da atriz pornô Stephanie Clifford (mais conhecida como Stormy Daniels) depois que ela ameaçou tornar público um affair que afirma ter tido com Trump. O homem-bomba do momento também garante ter detalhes sobre a suposta intervenção dos russos na corrida pela Casa Branca de 2016.

O republicano nega tudo, claro, e se limitou a dar um chega pra lá em Cohen pelo Twitter. “Se alguém está à procura de um bom advogado, sugiro fortemente que não contrate os serviços de Michael Cohen!”, Trump postou no microblog sobre o antigo assessor legal, que em um passado não muito distante já disse até ate que “tomaria uma bala” pelo presidente caso fosse preciso. (Por Anderson Antunes)

A fachada do Le Bilboquet, em NY || Créditos: Reprodução

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários