Facebook vai gastar quase R$ 40 milhões para manter Zuckerberg seguro – Notas – Glamurama

3

Mark Zuckerberg || Créditos: Getty Images

De todos os CEOs de grandes empresas de tecnologia dos Estados Unidos, Mark Zuckerberg é o único cujos gastos pessoais com segurança bancados pelas companhias que essa turma de poderosos comanda aumentaram consideravelmente no último ano, totalizando US$ 8,8 milhões (R$ 33,5 milhões) só no caso dele. A cifra não inclui a quantia de US$ 1,5 milhão (R$ 5,7 milhões) que o Facebook gasta com as viagens de seu cofundador e principal executivo, e está bem acima dos cerca de US$ 7 milhões (R$ 26,7 milhões) usados para o mesmo fim em 2017. Para este ano, Zuck e sua família terão US$ 10 milhões (R$ 38,1 milhões) disponibilizados pelo Face para continuarem sãos e salvos, um valor recorde e que se justifica diante do fato de que ele se tornou o maior “vilão” do Vale do Silício desde o estouro do escândalo #Faceleaks.

Para efeito de comparação, o homem mais rico do mundo – Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon – recebe US$ 1,6 milhão (R$ 6,1 milhões) anuais da gigante do e-commerce para cuidar da própria segurança, enquanto Larry Ellison, cofundador da Oracle, custa US$ 1,5 milhão (R$ 5,7 milhões) anuais aos cofres da fabricante de softwares para ser devidamente protegido. Já Larry Page, cofundador e CEO da Alphabet (dona do Google), nem sequer tem guardas-guardas e inclusive viaja frequentemente em voos comerciais, apesar de ter uma fortuna estimada em US$ 54,8 bilhões (R$ 208,9 bilhões) que lhe permitira ter quantos jatinhos quisesse. (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários