Federer e Nike se estranham por causa da ‘RF’, marca registrada do tenista – GQ

5

Após uma parceria de 23 anos, Roger Federer e Nike não jogam mais juntos. Depois de assinar um grande acordo de patrocínio com a japonesa Uniqlo – supostamente por um valor entre US$ 300 milhões e US$ 410 milhões – o maior tenista de todos os tempos está brigando com a gigante do sportswear por sua marca registrada.

Federer foi um atleta Nike durante a maior parte de sua carreira e a marca americana ainda detém os direitos de sua logomarca “RF“. Em entrevista recente em Wimbledon, Federer falou do asunto. “O logo ‘RF’ está com a Nike no momento, mas será meu eventualmente. Espero que, mais cedo ou mais tarde, a Nike possa ser gentil e prestativa no processo para passá-lo para mim. É algo que foi muito importante para mim, para os fãs. São minhas iniciais. Elas são minhas. Em um curto período de tempo, chegarão a mim”.

Nos pés, Roger Federer ainda usa Nike (e a logomarca RF). (Foto: Getty Images/Matthew Lewis)

Apesar da relação aparentemente arranhada, Federer revelou também que pode assinar um contrato de tênis com a Nike. Em Wimbledon, o jogador suíço usou Nikes na quadra, já que a Uniqlo não produz calçados. “Por enquanto, vou usar a Nike. Eles mostraram interesse em ter um negócio de tênis comigo também. Os laços não estão quebrados. Eu tenho raízes profundas com a Nike. Tive um ótimo relacionamento nos últimos 20 anos. Mas tudo está aberto”, comentou.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários