Gabriel Gontijo indica os melhores pontos turísticos para visitar no Qatar – GQ

20

Gabriel Gontijo (Foto: Reprodução/ Instagram)

Gabriel Gontijo, um dos 15 homens mais estilosos de 2019 eleitos pela GQ Brasil, desembarcou em Doha, capital do Qatar a convite da Qatar Airways, para participar do Trinity Forum 2019, primeiro evento do Oriente Médio com o objetivo de apresentar os diversos serviços prestados pelo Aeroporto de Hamad. Apaixonado por aviação e por conhecer novos destinos, Gontijo criou um roteiro indispensável para quem quer conhecer a capital sede da Copa do Mundo 2022. Veja abaixo:

+ Gabriel Gontijo mostra como colocar o seu DNA na decoração do apartamento
+ Diário de viagem: João Freire conta como é a paradisíaca St Barth
+ Gabriel Gontijo mostra os melhores lugares para fazer fotos em Paris

Museum of Islamic Art: Projetado por Ieoh Ming Pei, arquiteto que desenhou a pirâmide do Louvre, o Museu de Arte Islâmica encanta os visitantes pela estrutura cubista mesclada ao tradicional design islâmico. “O design é minimalista e ao mesmo tempo bem geométrico. O mais bacana é que o prédio, em seu topo, possui duas janelas que remetem aos olhos das mulheres vestidas de burca. A impressão é que elas observam toda a cidade”, conta Gontijo. O museu de 35 mil metros possui uma coleção de 800 peças que retratam os 13 séculos de cultura do Islã.


Museum of Islamic Art (Foto: Gabriel Gontijo)

National Museum of Qatar: Inspirado nas características do país, como a geografia física, humana e econômica, o Museu Nacional do Qatar é um chamariz arquitetônico para os visitantes. Quem assina o projeto é o francês Jean Nouvel. Ele decidiu construir uma estrutura entrelaçada, formando uma rosa (ou a desert rose, uma formação de areia cristalizada que se assemelha a uma rosa e representa os mistérios do deserto). O museu promete uma experiência sensorial duplicada; os visitantes terão a sensação de estarem no deserto ou no mar. “O museu carrega bastante a identidade do Qatar em suas cores. Vale lembrar que a maioria das construções prezam em pintar e manter em tons de bege e areia justamente para facilitar a manutenção em função das tempestades de areia. Destacam-se também as exposições sobre a história do Qatar que é um capítulo à parte”, explica Gabriel.


National Museum of Qatar (Foto: Gabriel Gontijo)

Souq Waqif: O antigo mercado de Doha é símbolo da cidade e guarda inúmeras histórias. Localizado em frente ao mar, o Souq Waqif recebeu este nome porque seu calçadão costumava inundar com o movimento da maré, levando os comerciantes a trabalharem em pé – Waqif significa “em pé” em árabe. Apesar da aparência rústica com as paredes de barro e vigas de madeira, o Souq tem uma infraestrutura super moderna.“É um entretenimento local e bem cultural, à céu aberto, que possui diversos tipos de loja de lojas de roupas, especiarias, souvenirs. E também hotéis e restaurantes ótimos. Vale reservar um bom tempo para curtir tudo com calma. E aconselho (se for no alto verão) visitar ao fim do dia por conta do calor”, indica.

Education City Golf Club: Afim de promover o crescimento da modalidade aliado a outros valores, como o desenvolvimento da cultura, educação, inovação e sustentabilidade, a Education City Golf Club tem uma instalação de ponta. O campo foi projetado por José Maria Olazábal, e é composto por 33 buracos de golfe. “O local traz uma super tecnologia, com salas climatizadas, câmeras, sensores e até simuladores. E não é só apenas pra quem joga golfe mas também para quem quer aprender sobre a modalidade. Tive uma experiência incrível”, diz.

Education City Mosque: Localizado no edifício Minaretein, o Education City Mosque é uma construção recente e alia educação e religião. “Há dois pilares icônicos que fazem parte da construção. Um deles representa o conhecimento e o outro a adoração à religião”, conta. A sala de oração tem a capacidade de receber 1.800 fiéis, e 1.000 pessoas no pátio externo.  Nos jardins correm quatro fluxos de água que representam o vinho, leite, mel e a própria água.  A arquitetura da mesquita é assinada por Mangera Yvars Architects.

Desert Safari: passeio à bordo de um veículo 4×4 para conhecer a paisagem natural do deserto do Catar e sua cultura. O trajeto inclui conhecer as dunas de areia de Mesaieed e também o conhecido Khor Al Adeid, onde o deserto encontra o mar – este é um dos poucos lugares do mundo em que o mar invade o ‘coração do deserto’. “Além de ver uma paisagem única e conhecer de perto os camelos (eu amei!!), os motoristas ainda fazem manobras nas dunas, é um experiência super radical. Mas também há opções para quem quer algo mais tranquilo, como apreciar o pôr do sol e nascer do sol nas bases e acampamentos”.


Desert Safari (Foto: Gabriel Gontijo)

Hamad International Airport: A capital do Qatar promete diversão até na hora de partir. O aeroporto de Hamad tem o melhor duty-free do mundo, e dispõe aos passageiros uma experiência diferenciada no conceito de vendas. As instalações foram planejadas para oferecer conforto e praticidade. “Além de ser um aeroporto de conexão para o mundo todo, a infraestrutura é um capítulo à parte, com uma arquitetura extremamente atual (e expansão programada para 2022) com conceito de experiência de compra, com inúmeras lojas de moda (como Bvlgari, Burberry, Ermenegildo Zegna, Gucci, Hermès, Hugo Boss, Moncler e Tiffany & Co) beleza e eletrônicos, além de restaurantes ótimos que ficam abertos 24horas por dia”, conta.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários