Google é punido em US$ 57 mi pela lei de privacidade online europeia – GQ

6

A Comissão de Proteção de Dados francesa decidiu nesta segunda-feira (23) multar o Google em 50 milhões de euros (ou cerca de US$ 57 mi). A gigante das buscas é a primeira grande empresa tech a responder perante a regulação geral de proteção de dados (GDPR, em inglês) desde que ela virou lei de fato na União Europeia em maio de 2016.

O motivo? A comissão francesa considera que a empresa fere a exigência por transparência na coleta e uso de dados pessoais. A corte concluiu ainda que o Google vende informações para empresas de publicidade sem o consenso de seus usuários.

“Espera-se um alto padrão de transparência e controle de nossa parte”, diz um porta-voz da empresa para o Recode. “Estamos muito preocupados em alcançar estas expectativas eo consenso exigido pela regulação. Estamos estudando a decisão e determinando nosso próximos passos.”

+ Google pode ter que pagar mais de R$ 15 bi por suspeita de uso ilegal de dados
+ A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais em 3 perguntas
+ Guia prático para manter seus filhos longe dos perigos da internet

O valor da multa representa o maior montante já pago por violações em segurança de dados, mas não é nem de longe a maior pancada que o Google tomou em solo europeu. Além do mais, se você considerar que a Alphabet Inc., dona da empresa, reportou receita de US$ 34 bi em 2016 e é avaliada em mais de US$ 750 bi, a punição carrega mais um valor simbólico do que um golpe fatal em seu caixa.

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários