Graças à alta do real, duas brasileiras voltaram a ser bilionárias, só que em dólares. Aos nomes! – Notas – Glamurama

5

As sotrudas trocaram o “m” de milionária por um “b” || Créditos: Getty Images

A disparada do real desde o começo do ano resultou no retorno de duas brasileiras aos rankings dos bilionários em dólares: são elas Maria Ângela Aguiar Bellizia, uma das herdeiras do Bradesco, que apareceu pela primeira vez entre os donos das maiores fortunas do mundo em 2014; e Ana Maria Marcondes Penido Sant’Anna, filha do fundador da concessionária de estradas CCR Pelerson Soares Penido, morto há sete anos, que foi bilionária na moeda americana até meados do ano passado.

A dupla terminou 2018 com o título mais modesto de “milionárias”, mas como agora cada uma tem na conta mais de US$ 1 bilhão (R$ 3,7 bilhões) ambas já podem celebrar a troca do “m” pelo “b”. Se a previsão de que a bolsa brasileira vai romper a barreira dos 100 mil pontos nos próximos meses se confirmar, como apostam muitos analistas de mercado de dentro e fora do Brasil, muitos outros ricaços daqui terão o mesmo motivo que elas para comemorar. (Por Anderson Antunes)

Fonte oficial: Glamurama

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários