Grammy Latino esquece de Anitta na lista dos indicados brasileiros – GQ

15

O Grammy Latino divulgou os indicados nas categorias de música brasileira nessa terça-feira (26), e uma ausência foi muito sentida. Em plena ascenção internacional, Anitta ficou de fora de todas as categorias, perdendo espaço para artistas como Tiago Iorc, Ludmilla e AnaVitória. 

O júri ignorou os feitos recentes de Anitta. Paradinha, seu primeiro hit em espanhol, teve a melhor estreia de um artista nacional no Spotify, chegando a ser tocada 500 mil vezes no dia de estreia do single. Em junho, a cantora brasileira foi eleita pela revista Billboard uma das 15 artistas mais influentes da música internacional.

Rael e Emicida, destaques da GQ de setembro, foram lembrados na categoria Melhor Música Urbana, pela composição de A chapa é quente!. Vale destacar, também, a presença do primeiro disco solo de Mano Brown, líder dos Racionais MC’s, na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa, com o elogiado  Boogie Naipe

Veja os principais indicados nacionais abaixo. 

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa

– AnaVitória (AnaVitória)
– Boogie Naipe (Mano Brown)
– Troco Likes Ao Vivo: Um Filme De Tiago Iorc (Tiago Iorc)
– Tudo Nosso (Jamz)
– A Danada Sou Eu (Ludmilla)

Melhor álbum de rock ou música alternativa em língua portuguesa

– Brutown (The Baggios)
– Aventuras II (Blitz)
– Boca (Curumin)
– MM3 (Metá Metá)
– Jardim – Pomar (Nando Reis)

Melhor álbum de samba/pagode

– + Misturado (Mart’nália)
– Na Luz Do Samba (Luciana Mello)
– Alma Brasileira (Diogo Nogueira)
– Delírio No Circo (Roberta Sá)
– Samba Book: Jorge Aragão (Varios Artistas)

Melhor álbum de música popular brasileira

– Dos Navegantes (Edu Lobo, Romero Lubambo, Mauro Senise)
– DNA Musical (Alexandre Pires)
– Silva Canta Marisa (Silva)
– Até Pensei Que Fosse Minha (António Zambujo)
– Zanna (Zanna)

Melhor álbum de música sertaneja

– Daniel (Daniel)
– (…) (Day & Lara)
– 1977 (Luan Santana)
– Realidade Ao Vivo Em Manaus (Marília Mendonça)
– Live (Simone & Simaria)

Melhor álbum de música de raízes brasileiras

– Batom Bacaba (Patricia Bastos)
– No Embalo Do (Pinduca)
– Canta O Nordeste (Trio Nordestino)
– Ascensão (Varios Artistas)
– Ao Vivo – Melodias Do Sertão (Bruna Viola)
– Chamamé (Yangos)

Melhor canção em língua portuguesa

– “Noturna (Nada de Novo na Noite)”
Marisa Monte, Silva & Lucas Silva, songwriters (Silva com Marisa Monte)
Faixa do: Silva Canta Marisa

– “Pé Na Areia”
Cauique, Diogo Leite & Rodrigo Leite, songwriters (Diogo Nogueira)
Faixa do: Alma Brasileira

– “So Posso Dizer”
Nando Reis, songwriter (Nando Reis)
Faixa do: Jardim – Pomar

– “Trevo (Tu)”
Ana Caetano & Tiago Iorc, songwriters (AnaVitória Featuring Tiago Iorc)
Faixa do: AnaVitória

– “Triste, Louca Ou Má”
Francisco, El Hombre, songwriter (Francisco, El Hombre)
Faixa do: Soltasbruxa

Melhor Canção Urbana (internacional)

– “A Chapa é Quente”
Rael e Emicida

– “Coqueta”
Luis Díaz, Alejandro Estrada, Bruno Og & Jonathan Torres, songwriters (Ghetto Kids)
 
– “El Amante”
Nicky Jam, Juan Diego Medina Vélez & Cristhian Mena, songwriters (Nicky Jam)

– “Hey Ma” (Spanish Version)
J Balvin, Camila Cabello, Phillip Kembo, Johnny Michell, Pitbull, Rosina “Soaky Siren” Russell, Jamie Sanderson & Tinashe “T-Collar” Sibanda, songwriters (Pitbull & J Balvin Featuring Camila Cabello)

– “Papa”
Lápiz Consciente & Vico C, songwriters (Lápiz Consciente Featuring Vico C)

– “Somos Anormales”
Rafael Arcaute, Igor Koshkendey & Residente, songwriters (Residente)

Fonte Oficial: http://gq.globo.com/Cultura/Musica/noticia/2017/09/grammy-latino-esquece-de-anitta-na-lista-dos-indicados-brasileiros.html.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários