Gucci fecha trilogia em homenagem à França com desfile em boate icônica de Paris – GQ

10

A extravagância no universo da Gucci é algo rotineiro, até uma versão da Arca de Noé já foi feita. Desde quando assumiu a direção criativa da marca, em 2015, Alessandro Michele nos leva diretamente ao guarda-roupa de nossos avós (misturado ao de David Bowie) para criar suas coleções exageradas e, digamos, exóticas. Apesar disso uma “Gucci fever” entre um público mais jovem roda o mundo e as quantias pagas por eles por cada peça são tão altas quanto a exorbitância das criações coloridas da marca. E foi ainda nessa onda abusada que a italiana desfilou seu Verão 2019 nesta quarta-feira (24), em Paris.

PARIS, FRANCE - SEPTEMBER 24:  A model walks the runway at the Gucci show during Paris Fashion Week Spring/Summer 2019 on September 24, 2018 in Paris, France.  (Photo by Dominique Charriau/Getty Images for Gucci) (Foto: Getty Images for Gucci)

O cenário foi o clássico Théâtre Le Palace, que pela primeira vez abrigou um desfile. Construído no século XVII como salão de música e dança, o Le Palace foi rebatizado como discoteca na década de 70. Alguns até se referiram ao lugar como o “Studio 54 parisiense”, com Michel Gaubert, amigo de longa data de Alessandro Michele, responsável pelas trilhas dos desfiles da Gucci e ex DJ residente das noites mais fervidas do Le Palace. O desfile é o ponto final da trilogia em homenagem à França concebida por Michele.

Sobre a coleção, o designer mergulhou em contos de terror antigos que serviram de inspiração para peças com muito brilho, franjas e um curioso protetor genital, que também leva o nome de coquilha. Cuecas de cintura alta à mostra também atravessaram a passarela como um mero traje normal (já pensou se isso pega?). Além disso, big óculos, big colares e big chapéus reforçam a estética chamativa da marca.

PARIS, FRANCE - SEPTEMBER 24:  A model walks the runway at the Gucci show during Paris Fashion Week Spring/Summer 2019 on September 24, 2018 in Paris, France.  (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images for Gucci) (Foto: Getty Images for Gucci)

O ponto nostálgico do show ficou por conta da apresentação ao vivo de Jane Birkin, que cantou e encantou ao som de Baby Alone in Babylone, composta para ela em 1983 por Serge Gainsbourg.

+ É da Gucci o figurino da turnê de despedida de Elton John
+ Gucci vai abrir loja no Copacabana Palace

PARIS, FRANCE - SEPTEMBER 24:  A model walks the runway at the Gucci show during Paris Fashion Week Spring/Summer 2019 on September 24, 2018 in Paris, France.  (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images for Gucci) (Foto: Getty Images for Gucci)
PARIS, FRANCE - SEPTEMBER 24:  A model walks the runway at the Gucci show during Paris Fashion Week Spring/Summer 2019 on September 24, 2018 in Paris, France.  (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images for Gucci) (Foto: Getty Images for Gucci)
PARIS, FRANCE - SEPTEMBER 24:  A model walks the runway at the Gucci show during Paris Fashion Week Spring/Summer 2019 on September 24, 2018 in Paris, France.  (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images for Gucci) (Foto: Getty Images for Gucci)

Fonte oficial: GQ

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Sixth Sense.

Comentários